quinta-feira, 12 de maio de 2022

O PRÍNCIPE DE NOSSA SALVAÇÃO

 MEDITAÇÃO DIÁRIA

12 de maio

https://mais.cpb.com.br/meditacao/o-principe-de-nossa-salvacao/

O PRÍNCIPE DE NOSSA SALVAÇÃO

Sejam fortes e corajosos, não tenham medo, nem fiquem apavorados diante deles, porque o Senhor, seu Deus, é quem vai com vocês; Ele não os deixará, nem os abandonará. Deuteronômio 31:6

Vi dois exércitos em terrível conflito. Um deles ostentava em suas bandeiras os emblemas do mundo. O outro era guiado pela bandeira manchada de sangue do Príncipe Emanuel. Bandeira após bandeira era arrastada ao chão, à medida que companhia após companhia do exército do Senhor se juntava ao inimigo, e grupo após grupo das tropas do adversário se unia ao povo de Deus que guarda os mandamentos.

Um anjo que voava pelo meio do céu pôs a bandeira de Emanuel em muitas mãos enquanto um forte general bradava em alta voz: “Coloquem-se em fila! Tomem agora posição os que são leais aos mandamentos de Deus e ao testemunho de Cristo. ‘Saiam do meio deles e separem-se deles. Não toquem em coisa impura, e Eu os receberei. Serei o Pai de vocês, e vocês serão Meus filhos e Minhas filhas’ (2Co 6:17, 18). Venham todos os que quiserem acudir ‘em socorro do Senhor, em socorro do Senhor e Seus heróis’ (Jz 5:23).”

O combate prosseguia. A vitória ia alternadamente de um lado para o outro. Às vezes, os soldados da cruz cediam terreno, “como quando um doente se definha” (Is 10:18, ARA). Mas sua retirada aparente não foi senão para ganhar uma posição mais vantajosa. Gritos de alegria foram ouvidos. Ressoou um cântico de louvor a Deus, e as vozes dos anjos se uniram a ele, quando os soldados de Cristo hastearam Sua bandeira sobre os muros da fortaleza, até então em poder do inimigo.

O Príncipe de nossa salvação estava comandando a batalha e dando assistência a Seus soldados. Seu poder se manifestava grandemente, encorajando-os a lutar até os portões. Ele permitiu que passassem por experiências desagradáveis, para correção, enquanto os guiava passo a passo, “vencendo e para vencer” (Ap 6:2).

Por fim, a vitória foi conquistada. Triunfou gloriosamente o exército que seguia a bandeira que trazia a inscrição: “Os mandamentos de Deus e a fé em Jesus” (Ap 14:12). Os soldados de Cristo estavam junto aos portões da cidade que, com alegria, recebeu seu Rei. Foi estabelecido o reino de paz, alegria e justiça eterna (Vida e Ensinos, p. 162, 163 [228, 229]).

PARA REFLETIR: Qual é a sensação de saber que Jesus está conduzindo você em batalha contra o inimigo da sua alma? Como tornar eficazes os esforços de Cristo em seu favor?

Nenhum comentário:

O ÚNICO GUIA SEGURO

  O ÚNICO GUIA SEGURO Àquele que teme o Senhor, Ele o instruirá no caminho que deve escolher. Salmo 25:12 O apóstolo exaltou a Cristo peran...