sexta-feira, 15 de abril de 2022

Ritual das ofertas Levítico 2

 Lendo a Bíblia de Gênesis a Apocalipse 

Leitura Bíblica - Levítico 2

Comentário Pr Héber Toth Armí

LEVÍTICO 2 – Muitos acham entediante estudar esse terceiro livro sagrado da Santa Bíblia. A razão? Deve ser por falta de familiaridade com seu conteúdo inspirado. Pois, “pode-se aprender muito sobre os valores de uma sociedade observando aquilo que ela expressa nos rituais. O estudo dos rituais do AT, nem de longe enfadonhos e incompreensíveis, podem desvendar os fundamentos da teologia bíblica”, diz E. Ray Clendenen; e, então destaca que, “entre eles havia instruções sobre como aproximar-se de Deus em rituais de culto e arrependimento. O ritual que não brota de corações dedicados a Deus é inútil (Pv 15:8; Is 1:11-17; Os 6:6; Am 5:21-24)”.

O ritual da oferta de manjares (do hebraico minhah, que significa dádiva ou tributo), acompanhavam os holocaustos diários, consistindo numa “oferta de cereal ao Senhor”, realizada com a “melhor farinha”; na qual se “derramará o óleo, colocará incenso, e a levará aos” sacerdotes (Levítico 2:1-2). Será parcialmente queimada como “porção memorial. É oferta preparada no fogo, de aroma agradável ao Senhor... é parte santíssima das ofertas dedicadas ao Senhor” (Levítico 2:2-10, 14-16).

Nas ofertas de cereais proíbe-se o fermento, que simboliza o pecado; porém, exige-se o sal, o qual aponta para a aliança com Deus (Levítico 2:11-13). O sal da aliança deve preservar nossa comunhão constante com Deus (Números 18:19; Marcos 9:49-50; Colossenses 4:6). Quando o culto que prestamos visa agradar a nós mesmos, estará levedado com fermento do pecado.

Adorar a Deus é demonstração de gratidão por Sua estratégia de conduzir-nos à aliança da comunhão com Ele; é a expressão essencial do culto oferecido a Deus por quem Ele é, e pelo que Ele faz. Adoração deve ser uma atitude constante de quem foi aceito por Deus através do sacrifício indicado em Levítico 1; cujo objetivo, deve ser agradar a Deus, não o adorador (Levítico 1:2, 9).

A porção que não fosse queimada deveria ser partilhada com os sacerdotes (Levítico 2:3). Ellen White explica que, “na velha dispensação, uma oferta de gratidão era constantemente mantida sobre o altar, demonstrando assim a infinita obrigação do homem para com Deus” (T4, 477).

Adoração vai muito além da música no culto; também tem a ver com ofertar e render graças a Deus quando o evangelho é exposto – apontados pelos holocaustos. Portanto, reavivemo-nos! – Heber Toth Armí.

 #ebiblico #rpsp #palavraeficaz‌‌

Nenhum comentário:

A PEDRA FUNDAMENTAL

  MEDITAÇÃO DIÁRIA 18 de maio https://mais.cpb.com.br/meditacao/a-pedra-fundamental/ A PEDRA FUNDAMENTAL Eis a Rocha! Suas obras são perfeit...