sexta-feira, 25 de fevereiro de 2022

MEDIADOR ENTRE DEUS E A HUMANIDADE

 MEDIADOR ENTRE DEUS E A HUMANIDADE

Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o Seu Filho unigênito, para que todo o que Nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. João 3:16

Cristo foi tratado como nós merecíamos para que pudéssemos receber o tratamento a que Ele tinha direito. Foi condenado pelos nossos pecados, nos quais não tinha participação, para que fôssemos justificados por Sua justiça, na qual não tínhamos parte. Sofreu a morte que era nossa, para que recebêssemos a vida que era Dele. “Pelas Suas feridas fomos sarados” (Is 53:5).

Por Sua vida e morte, Cristo realizou ainda mais do que a restauração da ruína produzida pelo pecado. O objetivo de Satanás era causar uma eterna separação entre a humanidade e Deus. Entretanto, em Cristo ficamos em união mais íntima com Ele do que se nunca tivéssemos pecado. Ao assumir nossa natureza, o Salvador Se ligou à humanidade por um laço que jamais se romperá. Ele estará ligado a nós por toda a eternidade. “Deus amou o mundo de tal maneira que deu o Seu Filho unigênito” (Jo 3:16). Não O deu somente para levar nossos pecados e morrer em sacrifício por nós, deu-O à raça decaída. Para assegurar Seu imutável conselho de paz, Deus deu Seu Filho unigênito para que Se tornasse membro da família humana, mantendo para sempre Sua natureza humana. Essa é a garantia de que Deus cumprirá Sua palavra. “Um menino nos nasceu, um filho se nos deu; e o governo está sobre os Seus ombros” (Is 9:6, ARA). Deus assumiu a natureza humana na pessoa de Seu Filho e a levou ao mais alto Céu. É o “Filho do Homem” que partilha do trono do Universo. É o “Filho do Homem”, cujo nome será “Maravilhoso Conselheiro, Deus Forte, Pai da Eternidade, Príncipe da Paz” (Is 9:6, ARA). O Eu Sou é o Mediador entre Deus e a humanidade, colocando a mão sobre ambos. Aquele que é “santo, inculpável, sem mácula, separado dos pecadores” (Hb 7:26) “não se envergonha de chamá-los de irmãos” (Hb 2:11). Em Cristo, estão ligadas a família da Terra e a do Céu. Cristo glorificado é nosso irmão. O Céu está abrigado na humanidade, e ela, envolvida no coração do Amor infinito (O Desejado de Todas as Nações, p. 14 [25, 26]).

PARA REFLETIR: Muito embora o Céu pareça distante, Jesus une você aos habitantes celestiais com elos de amor que não podem ser rompidos. Qual é a primeira coisa que você fará quando conhecer a sua família celestial?

MEDITAÇÃO DIÁRIA

25/02/2022

https://mais.cpb.com.br/meditacao/mediador-entre-deus-e-a-humanidade/

Nenhum comentário:

O JOVEM GALILEU

O JOVEM GALILEU Três dias depois, O acharam no templo, assentado no meio dos doutores, ouvindo-os e fazendo-lhes perguntas. Lucas 2:46 Era o...