terça-feira, 11 de maio de 2021

Ensinamentos de Jesus - Mateus 13

  Lendo a Bíblia de Gênesis a Apocalipse 

Leitura Bíblica - Mateus 13

Comentário Pr Heber Toth Armí 

Desde o capítulo anterior percebe-se que é mais fácil expulsar demônios de um surdo e mudo do que fazer líderes espirituais enganados enxergar, ouvir e aceitar a verdade como está retratada na Bíblia.

Jesus não perdeu Seu tempo com quem não queria ouvi-lO. Após contar a parábola do semeador (vs. 1-8), declarou: “Quem tem ouvidos para ouvir, ouça” (v. 9).

Por causa dos perturbadores críticos, ignorantes arrogantes, estúpidos religiosos engados e enganadores, Jesus precisou mudar Sua tática de evangelização. Desta forma, “a polarização das respostas de Jesus obrigou-o a concentrar-se naqueles que continuaram receptivos à mensagem” (Craig L. Blomberg).

Após explicar que estava falando por parábolas (vs. 10-12) para que líderes espirituais charlatães não entendessem (vs. 14-15), Jesus citou Isaías:

Seus ouvidos estão abertos, mas não entendem uma palavra.

Seus olhos estão abertos, mas não veem nada.

Esse povo é cabeça-dura!

Eles tapam os ouvidos com os dedos

para não ter de escutar.

Eles fecham os olhos

para não serem obrigados a ver

e, assim, evitam ficar comigo face a face

e me deixar curá-los.

Depois, Jesus dirigiu-Se ao povo atento: “Mas bem-aventurados os vossos olhos, porque veem, e os vossos ouvidos, porque ouvem. Porque em verdade vos digo que muitos profetas e justos desejaram ver o que vós vedes, e não viram; e ouvir o que vós ouvis, e não o ouviram” (vs. 16-17).

Para os mais íntimos, Jesus explicou a parábola do Semeador (vs. 18-23). Na sequência contou outras parábolas:

1. Do trigo e o joio (vs. 24-30);

2. Do grão de mostarda (vs. 31-32);

3. Do fermento que levada à massa (v. 33).

O texto faz pausa, para, novamente explicar e fundamentar a razão pela qual Jesus passou a utilizar parábolas, símbolos e comparações para falar do reino de Deus (vs. 34-35).

Após isso, Jesus explicou a parábola do joio (vs. 36-43) e voltou a contar novas parábolas:

4. Do tesouro escondido (v. 44)

5. Da pérola (vs. 45-46)

6. Da rede (vs. 47-50).

Os novos ensinamentos de Jesus baseados nas antigas revelações (vs. 51-52) impressionaram aos ouvintes dedicados, mas perturbaram outros (vs. 53-58).

A questão deste capítulo é se ouviremos ou não aquilo que o Rei Jesus tem a dizer! Ouviremos Sua mensagem do Reino de Deus? Então, demonstremos… – Heber Toth Armí.

 #ebiblico #rpsp #palavraeficaz

Nenhum comentário:

Viver É Perigoso

  MEDITAÇÃO DIÁRIA 24 de junho, quinta Viver É Perigoso A minha vida está sempre em perigo, mas não me esqueço da Tua lei. Salmo 119:109, NV...