terça-feira, 29 de setembro de 2020

DEUS DE TODOS

MEDITAÇÃO DIÁRIA

 29 de setembro
DEUS DE TODOS

Disse mais: Eu sou o Deus de teu pai, o Deus de Abraão, o Deus de Isaque e o Deus de Jacó. Êxodo 3:6

No tempo em que ouviu essa declaração feita pelo próprio Deus, Moisés tinha 80 anos e estava em Midiã, para onde havia fugido depois de haver matado um egípcio. Cuidava das ovelhas de Jetro, seu sogro. Em seu anonimato, foi chamado pelo Senhor para libertar Seu povo do cativeiro egípcio. Para que não tivesse nenhuma dúvida sobre quem dialogava com ele, num cenário incomum diante de uma sarça ardente, o Senhor Se apresentou como o Deus de seus antepassados.

Na expressão “Deus de teu pai”, estão incluídos os três patriarcas mencionados em seguida, em virtude da relação deles com Deus, Sua aliança e as promessas que a fundamentaram. Com a vida cheia de altos e baixos, à semelhança de todo ser humano, aqueles homens creram nas promessas feitas por um Deus fiel e, Nele, arriscaram tudo. Abraão deixou a própria terra “sem saber aonde ia” (Gn 12:1-3; Hb 11:8). Tempos depois, não hesitou em atender o pedido para que Isaque fosse oferecido em sacrifício (Gn 22:2). Entretanto, Abraão não foi perfeito (Gn 16; 20).

Isaque foi obediente a Deus e aos pais; porém, tinha fraquezas (Gn 26:6-9). O que diríamos de Jacó e sua conivência com a fraude tramada pela mãe, Rebeca? Anos depois de sua fuga, abençoado com descendentes e bens, Jacó se encontrou com Deus, lutou com Ele e venceu. Apesar de si mesmo, o Senhor lhe dissera: “Eu serei contigo” (Gn 31:3).

O Senhor foi o Deus desses homens não por causa de algum merecimento deles mesmos, mas por Sua graça e fidelidade à aliança estabelecida. Foi o Deus deles, assim como foi de Moisés e de Anrão, seu pai. Além da firmeza de fé e da linhagem sacerdotal desse homem, nenhum feito grandioso é atribuído a ele. Pelos critérios atuais de avaliação das pessoas, talvez ele não fosse notado em sua simplicidade e discrição. Mas Deus também era seu Deus, de sua esposa, Joquebede, e de tantos outros antes e depois deles. É meu Deus e seu Deus!

Quer você seja um obediente e fervoroso “Abraão” ou um “Isaque”, descrito por alguns como tendo temperamento passivo, alegre-se! Deus é seu Deus. Caso se perceba igual a Jacó com seus erros e acertos, Anrão, Joquebede ou Moisés, agradeça! Deus é seu Deus. É tendo como base quem Ele é, não o que somos, que o Senhor nos trata. O “Eu sou” garante ser todas as coisas para aqueles que O buscam como Seus filhos.
Meditações Matinais - De Coração a Coração, Zinaldo A. Santos

Nenhum comentário:

PROMESSA E CERTEZA

  MEDITAÇÃO DIÁRIA 30 de outubro PROMESSA E CERTEZA Porque quantas são as promessas de Deus, tantas têm Nele o “sim”; porquanto também por E...