quinta-feira, 6 de agosto de 2020

Sob a Mão de Deus

MEDITAÇÃO DIÁRIA

6 de agosto
Sob a Mão de Deus

Então, o Espírito me levantou e me levou; eu fui amargurado na excitação do meu espírito; mas a mão do Senhor se fez muito forte sobre mim. Ezequiel 3:14

Desafios, responsabilidades e planos fazem parte da vida. Há aqueles cujo enfrentamento e realização não exigem muito esforço. Entretanto, outros revelam tão grande impossibilidade de transposição ou cumprimento que nos fazem sentir pequenos, deixando-nos perplexos e, às vezes, indignados.

Com nosso anseio natural por conquistas ou movidos pelas necessidades de sobrevivência, costumamos traçar planos e sonhos pessoais. É certo que o selo da aprovação divina é impresso em todo projeto individual cujo objetivo seja glorificá-Lo e, com isso, promover o bem-estar de Seus filhos. Mas, considerando que nossa visão cristã não se limita ao que é terrestre, também temos sido chamados por Deus ao cumprimento de responsabilidades espirituais de execução nada fácil. Foi assim com Seus servos no passado. Também é assim no presente.

Ezequiel sentiu a doçura do chamado para profetizar entre o povo de Israel, sendo-lhe claramente dito que a tarefa seria amarga. Seu êxito, porém, estava condicionado à fiel perseverança na execução dela. Ao profeta caberia apresentar a Palavra de Deus a um povo rebelde, mas ao Deus da Palavra caberia cuidar dos resultados. Depois de ter um vislumbre da glória divina, amparado pelo Espírito, Ezequiel, “cheio de amargura e de ira” (NVI), em parte pela rebeldia do povo, mas também temendo pelo insucesso da missão, finalmente a enfrentou, impulsionado pela “mão do Senhor”.

Quais desafios você precisa enfrentar hoje? Pregadores e líderes da igreja os encontram diariamente. Há decisões difíceis a serem tomadas, às vezes envolvendo pessoas, e sabem que, nem sempre, há respostas favoráveis a suas orientações. Mesmo assim, a mão do Senhor os impulsiona, sustenta e aponta o melhor caminho. De igual modo, os demais filhos de Deus enfrentam desafios em uma sociedade indiferente às realidades espirituais, onde cada um está voltado para si. Contudo, “quer ouçam quer deixem de ouvir”, todas as pessoas devem receber a mensagem da graça divina (v. 11) pelo nosso testemunho.

Quais são os sonhos que você alimenta para sua vida pessoal e familiar? Creia, a graciosa mão do Senhor não lhe será retirada, sejam esses desafios de concretização fácil ou aparentemente impossível. O que não foi possível ontem pode ser hoje. Enfrente-os, sob a mão do Senhor. O resultado será o melhor do ponto de vista Dele; e isso é tudo o que importa para o verdadeiro êxito na vida.
Meditações Matinais - De Coração a Coração, Zinaldo A. Santos

Nenhum comentário:

O Desaforo e a Glória

MEDITAÇÃO DIÁRIA 27 de setembro O Desaforo e a Glória A sabedoria do homem lhe dá paciência; sua glória é ignorar as ofensas. Provérb...