domingo, 31 de maio de 2020

O BRILHO DA ESTRELA

MEDITAÇÃO DIÁRIA

31 de maio
O BRILHO DA ESTRELA

Quem sabe se para conjuntura como esta é que foste elevada a rainha? Ester 4:14

Uma das primeiras frases de que me lembro ter ouvido na primeira aula a que assisti no curso teológico, em 1972, foi proferida pelo pastor José Monteiro de Oliveira, que lecionava Ciência e Religião. Em suas palavras de saudação aos alunos, ele disse: “Vocês foram chamados para exercer o pastorado justamente na época mais difícil para alguém ser pastor.”

Passaram-se 48 anos. Alguns daquele grupo estão jubilados, outros já descansam no pó, e o mundo continua desafiando não apenas o exercício do pastorado, mas todo cristão. Entretanto, a trajetória do povo de Deus sempre foi marcada por desafios. Nessas ocasiões, Ele teve heróis para enaltecer Sua fidelidade, Seu poder e Sua graça em favor dos escolhidos.

Os dias do rei Assuero assinalaram um desses períodos turbulentos, em que brilharam a fé, a sensibilidade e a coragem de Ester. Seu nome hebraico era Hadassa, cujo significado é “murta” (uma planta). Órfã e criada pelo primo Mardoqueu, ela foi levada pela providência divina à corte medo-persa, sendo desposada por Assuero. No palácio, ela ficou conhecida como Ester. O Targum liga esse nome à palavra persa para “estrela”, explicando que ela era chamada assim por ser tão bela como “a estrela da manhã”.

Descoberta uma trama sórdida que ameaçava de destruição os judeus, Ester foi chamada a agir em defesa do povo diante do rei. Isso porque, “se você ficar calada”, advertiu Mardoqueu, “do Céu virão socorro e ajuda para os judeus, e eles serão salvos; porém você morrerá, e a família do seu pai desaparecerá” (Et 4:14, NTLH). Em resposta, a primeira atitude de Ester foi um chamado ao jejum e à oração (v. 16). Ela não podia se omitir. Confiante na ajuda divina, todo filho de Deus precisa ser proativo. Estamos empenhados em uma causa maior que nós mesmos, servindo a um Deus que não conhece limites. Especialista em abrir portas fechadas, do ponto de vista humano.

Passado o período de reflexão e comunhão com Deus, Ester foi recebida pelo rei. E brilhou, deixando-se usar por Deus! O Senhor agiu e livrou Seu povo. É provável que você esteja diante de uma das encruzilhadas que a vida impõe. Não entende a razão pela qual chegou até aí nem sabe que direção deve tomar. Talvez o caminho lhe pareça escuro, e a confusão domine sua mente. Esse é o momento de orar, jejuar, entregar tudo a Deus e esperar em serena confiança a manifestação de Sua providência.

Meditações Matinais - De Coração a Coração, Zinaldo A. Santos

Nenhum comentário:

O Estranho Seguidor

MEDITAÇÃO DIÁRIA 2 de julho O Estranho Seguidor Um jovem, vestindo apenas um lençol de linho, estava seguindo Jesus. Quando tentaram...