quarta-feira, 8 de abril de 2020

A ALEGRIA DA GENEROSIDADE

MEDITAÇÃO DIÁRIA
08 de abril

A ALEGRIA DA GENEROSIDADE

Mais bem-aventurado é dar que receber. Atos 20:35

Os ensinamentos de Cristo são contrários a tudo o que pensa a mente humana distorcida pelo pecado. Ao incentivar o altruísmo e a generosidade entre pessoas, Ele disse: “Mais bem-aventurado é dar que receber.” Em uma sociedade ávida por ganhar sempre e quase nada partilhar, isso é estranho. No entanto, a vida amadurecida, útil e feliz é caracterizada pela disposição de dar-se.

Deus deu Seu Filho, que deu-Se a Si mesmo pela salvação do ser humano. Se realmente queremos desenvolver um estilo de vida mental e espiritualmente saudável, a prática do altruísmo é essencial, pois beneficia tanto a quem recebe como a quem dá. Assim como só amor suscita amor, pode-se dizer que só generosidade suscita generosidade. “Deem, e lhes será dado”, ensinou o Mestre (Lc 6:38, NVI).

Talvez, uma das razões pelas quais as pessoas resistem a isso seja o excessivo apego aos bens materiais. Mas Cristo não nos chama a dar unicamente dinheiro ou posses. Há coisas que o dinheiro não pode comprar e que devemos partilhar. Podemos dar, por exemplo, misericórdia aos que se sentem indignos, compreensão e tolerância àqueles de cujas ideias discordamos, reconhecimento e gratidão a quem nos favorece, inspiração e exemplo na prática de valores elevados para quem vive sob nossa influência, perdão e amor para quem nos maltrata e fere (Lc 6:27-38). “Deem” aos outros tudo isso, “e lhes será dado”.

Conta-se que certo jovem ganhou um automóvel novo de seu irmão mais velho. Em uma ocasião, enquanto admirava o presente, um garoto se aproximou e quis saber como ele o havia conseguido. “Ganhei do meu irmão”, respondeu o jovem. Surpreso, o menino acrescentou: “Puxa, como eu gostaria de ser um irmão como o seu!”

Pensando na observação do pobre menino, o jovem o convidou para dar um passeio de carro. Depois de algum tempo, o menino pediu para ser levado para casa. Parando diante de um casebre, o garoto desceu, entrou correndo e trouxe nos braços o irmãozinho paralítico. Apontando para o carro, disse ao irmãozinho: “Aí está. Ele ganhou este carro do irmão dele. Algum dia, eu gostaria de lhe dar um carro como esse. Então, você poderia ver por si mesmo todas as belezas que tento lhe descrever.”

O jovem pôs os dois meninos no carro e fizeram um passeio inesquecível. Naquele dia, ele aprendeu o verdadeiro significado das palavras de Cristo: “Mais bem-aventurado é dar que receber.”

Nenhum comentário:

Deus Ciumento?

MEDITAÇÃO DIÁRIA 26 de setembro Deus Ciumento? Ou vocês acham que é sem razão que a Escritura diz que o Espírito que Ele fez habitar...