segunda-feira, 30 de dezembro de 2019

Recompensa Para Quem Testemunhou

A Fé Pela Qual Eu Vivo

30 de dezembro 
Recompensa Para Quem Testemunhou

Os sábios, pois, resplandecerão como o resplendor do firmamento; e os que a muitos ensinam a justiça refulgirão como as estrelas, sempre e eternamente. Dan. 12:3.

Em nossa vida aqui, posto que terrestre e restrita pelo pecado, a maior alegria e mais elevada educação se encontram no serviço em favor de outrem. E no futuro estado, livres das limitações próprias da humanidade pecaminosa, será no serviço que se encontrará a nossa máxima alegria e mais elevada educação. Educação, pág. 309.

“Se a obra que alguém edificou… permanecer, esse receberá galardão.” I Cor. 3:14. Magnífica será a recompensa concedida quando os obreiros fiéis se reunirem em torno do trono de Deus e do Cordeiro. … Foram co-participantes dos sofrimentos de Cristo, foram coobreiros Seus no plano da redenção, e com Ele participam da alegria de ver almas salvas no reino de Deus, para ali louvarem a Deus durante toda a eternidade. Testemunhos Seletos, vol. 3, pág. 432.

Disse certa vez um crente que, quando chegasse ao Céu, esperava defrontar-se com três motivos de admiração. Admirar-se-ia de lá encontrar alguns que não esperava encontrar. Surpreender-se-ia de não encontrar alguns que esperava encontrar, e, por fim, ficaria sobretudo admirado por ver que um pecador tão indigno como ele, estivesse no Paraíso de Deus. Muitos que na Terra ocuparam altos cargos como cristãos, não se encontrarão entre a multidão feliz que circundará o trono. Os que tiveram conhecimento e talento, e todavia se deleitaram em disputas e impiedosas contendas, não terão lugar entre os remidos. … Desejavam realizar alguma grande obra, para que fossem admirados e lisonjeados pelos homens, mas seus nomes não foram inscritos no livro da vida, do Cordeiro. “Não vos conheço”, são as tristes palavras que Cristo dirige aos tais. Mas aqueles cuja vida foi aformoseada por pequenos atos de bondade, por ternas palavras de afeição e simpatia, cujo coração fugia das lutas e contendas, que nunca fizeram uma grande obra com o fim de ser louvados pelos homens, esses se acham inscritos no livro da vida do Cordeiro. Embora o mundo os considerasse insignificantes, são aprovados por Deus perante o Universo reunido. Ficam surpresos ao ouvir dos lábios do divino Mestre: “Vinde, benditos de Meu Pai, possuí por herança o reino que vos está preparado desde a fundação do mundo.” Mat. 25:34. Signs of the Times, 24 de fevereiro de 1890.

Meditação Matinal de Ellen White – A Fé Pela Qual Eu Vivo, 1959 – Pág. 369


Nenhum comentário:

GLAMOUR OU SACRIFÍCIO?

  MEDITAÇÃO DIÁRIA 24 de outubro GLAMOUR OU SACRIFÍCIO? Eles cuidam de vocês como quem deve prestar contas. [...] Orem por nós. Hebreus 13:1...