Translate

sábado, 14 de setembro de 2019

Modelo Para Crianças e Jovens

A Fé Pela Qual Eu Vivo
14 de setembro
Modelo Para Crianças e Jovens


E o menino crescia e se fortalecia em espírito, cheio de sabedoria; e a graça de Deus estava sobre Ele. Luc. 2:40.

Jesus é nosso exemplo. … É, porém, na vida doméstica que Ele é o modelo de todas as crianças e jovens. O Desejado de Todas as Nações, pág. 74.

Sua mãe foi Seu primeiro mestre humano. Dos lábios dela e dos rolos dos profetas, aprendeu as coisas celestiais. … Sua familiarização com as Escrituras mostra quão diligentemente os primeiros anos de Sua vida foram consagrados ao estudo da Palavra de Deus. … Possuía-O um único desígnio: vivia para beneficiar os outros. O Desejado de Todas as Nações, pág. 70.

A vida de Cristo foi humilde, sem afetação ou ostentação. Vivia a maior parte do tempo ao ar livre. … Os pássaros, as flores naturais que enfeitavam os campos com seus belos matizes, as árvores majestosas e as altaneiras montanhas, as rochas hirsutas e as colinas eternas, tudo para Ele tinha especial encanto. … Isolado de toda a vista humana, comungava com Seu Pai celestial. Suas faculdades morais se fortaleciam pela meditação e comunhão com Deus.The Youth’s Instructor, setembro de 1873.

É o precioso privilégio dos pais e dos mestres cooperar em ensinar as crianças como participar do contentamento da vida de Cristo mediante o aprender a seguir o Seu exemplo. Os primeiros anos do Salvador foram anos de prestatividade. Ele era ajudador de Sua mãe no lar; estava tão certamente cumprindo Sua missão ao desempenhar as tarefas caseiras e trabalhar no banco de carpinteiro como quando empenhado em Seu ministério público. O Lar Adventista, pág. 290.

Todo jovem que segue o exemplo de Cristo na fidelidade e obediência em Seu humilde lar, pode reclamar aquelas palavras proferidas a respeito dEle, pelo Pai, por intermédio do Espírito Santo: “Eis aqui o Meu Servo, a quem sustenho, o Meu Eleito, em quem se compraz a Minha alma.” Isa. 42:1. O Desejado de Todas as Nações, pág. 74.

Meditação Matinal de Ellen White – A Fé Pela Qual Eu Vivo, 1959 – Pág. 263
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Receba em seu e-mail nossas mensagens

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

AddThis