Translate

sábado, 29 de setembro de 2018

Utilizando o Tempo com Sabedoria

Refletindo a Cristo

Utilizando o Tempo com Sabedoria - 29 de setembro

No zelo, não sejais remissos; sede fervorosos de espírito, servindo ao Senhor. Romanos 12:11.

O talento do tempo é precioso. Ele nos é dado cada dia em confiança, e seremos chamados a prestar contas do mesmo diante de Deus. Devemos usá-lo para a glória de Deus, e se quisermos prolongar a vida, e obter a vida que se compara à vida de Deus, precisamos dar alimento puro à mente. Não se deve desperdiçar o tempo que poderia ter sido utilizado para bons propósitos.

Jesus Cristo é nossa pedra de toque espiritual. Ele revela o Pai. Não se deve dar como alimento ao cérebro qualquer coisa que coloque diante da mente uma névoa ou nuvem com relação à Palavra de Deus. Não deve haver qualquer negligência com respeito ao cultivo do solo do coração. Manuscrito 15, 1898.

Do justo emprego do tempo depende nosso êxito no conhecimento e cultura mental. A cultura do intelecto não precisa ser tolhida por pobreza, origem humilde ou circunstâncias desfavoráveis, contanto que se aproveitem os momentos. Alguns momentos aqui e outros ali, que poderiam ser dissipados em conversas inúteis; as horas matutinas tantas vezes desperdiçadas no leito; o tempo gasto em viagens de bonde ou trem, ou em espera na estação; os minutos de espera pelas refeições, de espera pelos que são impontuais – se se tivesse um livro à mão, e estes retalhos de tempo fossem empregados estudando, lendo ou meditando, que não poderia ser conseguido! O propósito resoluto, a aplicação persistente e cautelosa economia de tempo, habilitarão os homens para adquirirem conhecimento e disciplina mental que os qualificarão para quase qualquer posição de influência e utilidade.

É o dever de todo cristão adotar hábitos de ordem, perfeição e presteza. … Decidam quanto tempo requer certo trabalho, e então se esforcem para executá-lo no dado tempo. O exercício da força de vontade tornará as mãos mais ágeis. Parábolas de Jesus, págs. 343 e 344.

É pecado desperdiçar nosso tempo; é pecado desperdiçar nossos pensamentos. Perdemos todo momento que dedicamos ao egoísmo. Se cada momento fosse devidamente avaliado e empregado do modo adequado, teríamos tempo para tudo que necessitamos fazer para nós mesmos ou para o mundo. No emprego do dinheiro, no uso do tempo, das energias, das oportunidades, volva-se cada cristão para Deus em busca de guia. A Ciência do Bom Viver, pág. 208.

Deus assegura aos homens o dom do tempo, com o desígnio de promover-Lhe a glória. Conselhos aos Pais, Professores e Estudantes, pág. 354.


Meditação Matinal de Ellen White – Refletindo a Cristo, 1986 – Pág. 278
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Receba em seu e-mail nossas mensagens

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

AddThis