Translate

sábado, 8 de setembro de 2018

I PEDRO 4 Comentários Pr Heber Toth Armí

I PEDRO 4 
Comentários Pr Heber Toth Armí

Um cristianismo superficial é vantagem para o diabo, pois ele faz o suposto crente pensar que está salvo. Se isso te fez estremecer, então continue lendo!

Como povo de Deus nossas atitudes estão deficientes, nossas ações estão insuficientes. Pois, “nossas obras não estão em harmonia com a nossa fé. Nossa fé testifica que vivemos sob a proclamação da mais solene mensagem que já foi dada aos mortais. No entanto, em plena vista deste fato, nossos esforços, nosso zelo, nosso espírito de sacrifício, não estão à altura do caráter desta obra. Devemos despertar dentre os que dormem, e Cristo nos dará vida” (Ellen G. White).

O cristianismo é muito mais elevado do que muitos creem. Não é plano de Cristo nos deixar jogado na lama do pecado. Aprofunde-se mais no capítulo 4 e verás o que Deus quer que você experimente. 

Os dois tópicos abaixo são extraídos de Hernandes Dias Lopes, que intitulou o capítulo assim: “Como transformar o sofrimento em triunfo”:

1. Os propósitos de Deus no sofrimento cristão (vs. 1-11): O sofrimento...

• ...ajuda-nos a vencermos o pecado;
• ...ajuda-nos a testemunhar de Cristo;
• ...motiva-nos a aguardarmos a segunda vinda de Cristo;
• ...ajuda-nos a manifestarmos terno amor pelos irmãos;
• ...ajuda-nos a colocarmos os dons que Deus nos deu a serviço de Seu povo.

2. As atitudes do cristão em relação ao sofrimento (vs. 12-19):

• Não estranhe o sofrimento: Ele é compatível com a vida cristã e pedagógico;
• Alegre-se no sofrimento: Pois, para o cristão, significa partilhar das suas aflições passadas, comunhão com Cristo no presente, e partilhar da Sua glória futura;
• Avalie o sofrimento: Se for por causa do pecado, ele é vergonhoso; se for pelo evangelho, ele é honroso.
• Confie em Deus no sofrimento: Devemos entregar-nos a Deus e, continuar praticando o bem.

O cristianismo eleva-se acima do sofrimento e reflete a Cristo em todo momento! 

• Deus usa o sofrimento como escola, onde aprendemos a abandonar a pecaminosa vida de perversidades e passamos a praticar a vida de santidade vitoriosa (vs. 1-11). 

• Desta forma, Cristo permite o sofrimento nos cristãos a fim de discipliná-los, moldá-los e transformá-los (vs. 12-19). 

As escórias de nossa alma precisam ser arrancadas para implantar características nobres no caráter do cristão. Jesus morreu para operar nossa transformação! – Heber Toth Armí #rpsp #ebiblico #rbhw
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Receba em seu e-mail nossas mensagens

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

AddThis