Translate

sexta-feira, 31 de agosto de 2018

Tiago 1 Comentário Pr Heber Toth Armí

Tiago 1 
Comentário Pr Heber Toth Armí

A forma prática com que Tiago escreve nos faz sentir pastoreados por seu cajado espiritual nos dias atuais.

Tiago é “um verdadeiro pastor que não permanece isolado da existência cotidiana de sua comunidade. Não é um teólogo numa torre de marfim. Certamente é um teólogo orientado à tarefa; ou seja, é um teólogo cuja teologia prática surge de seu ministério de trabalho na vida cotidiana de seu povo” (Pedrito U. Maynard-Reid).

Observar de forma geral os temas deste livro é fundamental para iniciar seu estudo. Alguém sintetizou esta carta em três importantes temas, que são:

1. A religião genuína (1:1-27);
2. A fé genuína (2:1-3:12);
3. A sabedoria genuína (3:13-5:20).

Tiago não ensina a salvação pelas obras, mas revela as obras que resultam da salvação pela genuína fé. A justificação sempre foi mediante a graça divina, tanto no Novo quanto no Antigo Testamento. Com uma visão correta e ampliada da teologia bíblica, é possível perceber que Tiago não está desentoado dos outros escritores bíblicos; pelo contrário, seus escritos complementam a mensagem deles.

No versículo 1 do capítulo 1, temos:

• O remetente: “Tiago, servo de Deus e do Senhor Jesus Cristo”. Era irmão de Jesus por parte de José, que outrora lhe resistira, mas agora, convertido, coloca-se como servo dEle.
• Destinatários: “Às doze tribos da dispersão, saudações”. As 12 tribos referem-se aos judeus cristãos que, possivelmente, se converteram no pentecostes e foram dispersos após o martírio de Estêvão (Atos 2:1-11; 8:1; 11:19).
• Destinatários atuais: Hoje somos também crentes espalhados (na dispersão); enfrentamos muitíssimas provações e passamos por inúmeros sofrimentos. Somos peregrinos neste mundo, cujo destino é o céu!

Na sequência, Tiago responde alguns dilemas de nossa caminhada cristã:

• Por que as provações são importantes para os cristãos? (vs. 2-8);
• Como ricos e pobres podem lidar com as tentações das suas condições financeiras? (vs. 9-11);
• Qual o motivo pelo qual Deus permite as provações? (vs. 12-18).

Em seguida, ele orienta...

• ...Saber ouvir e não irar-se é melhor que saber falar (vs. 19-20);
• ...Praticar a verdadeira religião é a maior estratégia para evitar a falsa (vs. 21-27).

O livro de Hebreus termina com recomendações bem práticas; em seguida está a carta de Tiago, a qual é totalmente prática. Nossa religião precisa ser constantemente praticada! Reavivemo-nos! – Heber Toth Armí #rpsp #ebiblico #rbhw
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Receba em seu e-mail nossas mensagens

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

AddThis