Translate

quinta-feira, 30 de agosto de 2018

A Alegria do Serviço Por Cristo

Refletindo a Cristo

A Alegria do Serviço Por Cristo - 30 de agosto

O que semeia com fartura, com abundância também ceifará. 2Coríntios 9:6

Ministério significa serviço, e é a esse ministério que somos chamados. É uma desonra a Deus que alguém escolha uma vida de satisfação própria. Meus irmãos e irmãs, estais cônscios do fato de que cada ano milhares e milhares de pessoas estão perecendo, morrendo em seus pecados porque a luz da verdade não brilhou em seu caminho? …

Há uma grande obra a ser feita em nosso mundo. Homens e mulheres devem ser convertidos, não pelo dom de línguas ou pela realização de milagres, mas pela pregação do Cristo crucificado. Por que retardar o esforço para tornar o mundo melhor? Por que esperar que algo maravilhoso seja feito, ou que alguma aparelhagem dispendiosa seja providenciada? Por mais humilde que seja vossa esfera de ação, por mais humilde que seja vosso trabalho, se trabalhardes em harmonia com os ensinos do Salvador, Ele Se revelará por vosso intermédio, e vossa influência atrairá pessoas a Ele. Ele honrará os mansos e humildes que zelosamente procurarem servi-Lo. Em tudo que fizermos, quer nosso trabalho seja na oficina, na fazenda, ou no escritório, devemos esforçar-nos para salvar pessoas.

Precisamos semear sobre todas as águas, conservando-nos no amor de Deus, trabalhando enquanto é dia, e utilizando os meios que nos foram confiados, ao serviço do Mestre. O que quer que nossas mãos encontrem para fazer, trabalhando enquanto é dia, deve ser feito com disposição; qualquer que seja o sacrifício que sejamos chamados a fazer, devemos fazê-lo alegremente. Ao semearmos sobre todas as águas, perceberemos a verdade das palavras: “O que semeia com fartura, com abundância também ceifará” (2Coríntios 9:6).

Tudo devemos à graça, à soberana graça. A graça instituiu nossa redenção, nossa regeneração, e nossa adoção como coerdeiros com Jesus Cristo. Que esta graça seja revelada a outros.

O Salvador toma aqueles que se deixam moldar e os usa para a glória do Seu nome. Usa material que outros deixariam de lado, e atua em todos os que a Ele se entregam. Deleita-Se em utilizar material aparentemente inútil – aqueles a quem Satanás desvalorizou, e através dos quais trabalhou – e os torna súditos da Sua graça. Cristo Se rejubila em libertá-los do sofrimento, e da ira que cairá sobre os desobedientes. Faz de Seus filhos Seus instrumentos no cumprimento dessa obra, e em cujo êxito, mesmo nessa vida, eles encontram uma preciosa recompensa.

Mas que é isso em comparação com a alegria que terão no grande dia da revelação final? Review and Herald, 5 de janeiro de 1905.


Meditação Matinal de Ellen White – Refletindo a Cristo, 1986 – Pág. 248
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Receba em seu e-mail nossas mensagens

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

AddThis