segunda-feira, 17 de março de 2014

Advertências proféticas- Isaias 21


Lições de Vida

Advertências Proféticas
Pr. Heber Toth Armí

Não é fácil ser profeta, muito menos Deus. As nações se voltam contra Deus ao invés de voltar-se a Deus; mesmo com sérias advertências proféticas dos mais piedosos servos de Deus. 

Em Isaías 21 Babilônia recebe uma mensagem dolorosa e dura (v. 1-2), tanto que o profeta Isaías sai da visão como se tivesse um terrível pesadelo (vs. 3-4); contudo, certamente a profecia é verdadeira, pois ele mesmo declara que o que ouvira do Senhor dos Exércitos, e isso ele anunciou (vs. 10). Babilônia seria destruída em dia de festa (v. 5) por um “bando de jumentos, e um bando de camelos” (v. 7) que ilustram a Média e a Pérsia que se juntaram para entrar sorrateiramente em Babilônia ao Belsazar dar uma festa, quando os soldados estavam bêbados (Daniel 5). 

Como sentinela que vigia a anuncia, estava Isaías sobre uma torre até que, “Caiu, caiu Babilônia! Todas as imagens de escultura de seus deuses jazem quebradas no chão” (v. 9). Edom também recebe uma mensagem pesada e dura (vs. 11-12) e, por fim, neste capítulo a Arábia também é incluída (vs. 13-17). O juízo de Deus vem sobre os "sem juízo". 

Deus fará justiça aos injustos e idólatras. E, tais pessoas precisam ser advertidas, ainda que não seja fácil!

As mensagens inspiradas nem sempre são agradáveis. A mensagem profética nem sempre é palatável. Doce ou amarga, o tipo de mensagem depende de como pessoas e nações reagem a Deus. 

Isaías 21 apresenta três profecias duras de serem transmitidas, mas reais demais para serem ignoradas. O profeta deve cumprir sua missão e anunciar o que Deus revelou, ainda que seja desagradável. 

Leia com atenção Isaías 21 e aprenda preciosas lições... A profecia deste capítulo contempla a Arábia, que nada se oporia à destruição que lhe sobreviria (vs. 13-17); a Edom, a qual decidiria com seu comportamento se o seu futuro seria o deslumbramento da manhã ou as trevas da noite (vs. 11-12); e, Babilônia, onde se dedica mais tempo a falar sobre esse Império (vs. 1-10). 

Deus lida com cada pessoa ou nação baseado na particularidade de cada uma; Ele não trata a ninguém igual, pois nem todos agem da mesma forma. Deus não é indiferente com as diferenças de cada pessoa. 

Deus ama a todos iguais, e para salvar usa métodos diferentes, pois cada pessoa tem um jeito especial de agir; porém, se não houver mais o que fazer, o amor do pecador ao pecado trará a justa justiça divina! Aí será tarde demais para mudar e arrepender-se! Deus te alerta e te chama hoje, abandone o pecado, a imoralidade e a idolatria!

Leia com oração a forte visão descrita por Isaías no capítulo 21 de seu magnífico livro. Medite em cada sentença com devoção e atenção. Deixe a tua mente divagar pelas páginas do último livro da Bíblia e perceba que na visão apocalíptica, Babilônia se refere ao mundo (Apocalipse 18) e, os atalaias são os fiéis de Deus que darão a mensagem de advertência de que vinda é a hora do juízo (Apocalipse 14). 

Dessa perspectiva, você é o que anuncia a mensagem de Deus ou o que a recebe; se você for quem anuncia, terá de ser fiel à mensagem profética por mais dura que seja; se você é advertido, terá de fazer uma escolha, e o seu futuro dependerá da tua decisão. 

Então, não adore a besta a e sua imagem (ídolos e falsa religião); adore ao Criador. Diga a Deus: "Pai amado, que cuida, protege e adverte a Seus filhos por mais rebeldes que sejam. Não sei exatamente como me vês, mas anseio ser um verdadeiro adorador segundo o Teu coração. O que queres que eu faça farei, custe o que custar; pois se eu não estiver dentro de Teus planos, isso me custará a vida eterna, a qual não a quero perder. Avalio e aceito o que Jesus fez por mim a fim de livrar-me do juízo final. Oro confiando em Seus méritos de amor, amém!"
Curta e compartilhe:

Nenhum comentário:

Gambito

  Gambito Meus amados irmãos, sejam firmes, inabaláveis e sempre abundantes na obra do Senhor, sabendo que, no Senhor, o trabalho de vocês n...