terça-feira, 25 de março de 2014

A mensagem profética de Isaías 29


Lições de Vida

Leia na Bíblia- Isaias 29
A mensagem profética de Isaías 29
 Pr. Heber Toth Armí

Muitos têm dificuldades para dormir, quando dormem, tem dificuldades para acordar. Muitos que dormem não acordam nem com barulho, pode cair o mundo e continuam em paz. O problema é o sono espiritual que tem conduzido o povo a uma letargia mundial, as pessoas estão apáticas e insensíveis à Palavra de Deus e é mais importante acordar do sono espiritual que do sono físico. Então, abra a tua Bíblia em Isaías 29 e aplique as verdades inspiradas ali apresentadas a tua vida, antes que seja tarde demais. 
Veja que Deus fará barulho, ou seja, fará de tudo para que até o maior dorminhoco não fique dormindo quando deveria estar acordado. Deus quer despertar a todos para um relacionamento mais íntimo com Ele. 

É preciso vigiar e orar. É preciso acordar e viver. É tempo de se consagrar. É hora de comprometer-se com Deus como nunca. Uma religião formalista, apenas de aparência se resume em credos decorados, sem dependência total de Deus. Uma religião superficial não conduz ninguém a um compromisso total. Uma religião pela metade não passa de hipocrisia, um insulto a Deus e uma alegria ao diabo! Pense nisso e toma uma atitude positiva lendo Isaías 29 com atenção e oração; Deus, certamente, falará ao teu coração!

Nenhum noivo sério se casaria com uma moça que lhe entrega só a metade do coração, Deus também não se agrada de entregas a Ele pela metade. A superficialidade no amor impede o andamento do casamento, assim também a superficialidade espiritual é empecilho para a totalidade das recompensas espirituais. Desta forma vivia o Israel de Deus nos dias de Isaías e, será que na atualidade essa não é a realidade de muitos? O profeta de Deus alerta em Isaías 29: Uma crise surgiria devido à complacência de Jerusalém, chamada de Ariel (Lareira de Deus ou Leão de Deus). A situação em que as pessoas se encontravam revelava insensibilidade espiritual, hipocrisia religiosa e indisposição em confiar totalmente em Deus. A crise seria rigorosa, mas Deus interviria resgatando a cidade – o que cumpriu em 701 a. C. Com isso, Ele objetivava restaurar em Seu povo a consciência espiritual, a justiça e o compromisso sério e fiel. 

Será que não estamos na mesma situação, precisando da intervenção de Deus a fim de sermos radicalmente transformados em nosso relacionamento com Ele? Por fim, tudo o que Deus faz é para o bem, ainda que do ponto de vista humano o melhor é tomar decisões próprias, como fez Israel ao pedir socorro ao Egito. No fim, o objetivo de Deus com o retirar de Suas bênçãos é fazer o povo lembrar-se que Ele existe.

A mensagem profética de Isaías 29 revela-nos que quando acontece um despertar espiritual, coisas boas aparecem; tais como:

a) Deus provê vitória e proteção (vs. 5-8, 20, 22). Os inimigos do povo de Deus desaparecerão e juntamente o medo que imperava no coração.
b) Deus provê restauração física, mental e espiritual (vs. 17-19, 21, 23-24). Os campos são restaurados, surdos ouvem, cegos enxergam e justiça reina.

As aplicações a nós desse relato profético são as seguintes:

1. Os que recusam ouvir a Palavra de Deus ouvirão coisas terríveis que sobrevirão contra eles revelando sua fragilidade (vs. 1-4);
2. Os que dormem espiritualmente precisam ser acordados. Deus fará de tudo para que ninguém durma; do contrário, aqueles que esperam Jesus não estarão preparados pera recebê-lO (vs. 10-13);
3. Os que acordam do sono espiritual serão os remanescentes do tempo do fim que experimentarão um impacto espiritual, dando origem ao reavivamento mundial (vs. 17-24).

Fique atento, não caia no sono. Ore: “Senhor, tens total autorização de me acordar do sono espiritual, curar minha letargia. Faça isso antes que seja tarde demais e ainda que eu acorde mal-humorado. É melhor estar acordado do que dormindo na época em que estamos. Amém!"


Nenhum comentário:

Por Que Moisés Nunca Reclamou?

  MEDITAÇÃO DIÁRIA 29 De Julho, Quinta Por Que Moisés Nunca Reclamou? O Deus eterno é a tua habitação e, por baixo de ti, estende os braços ...