terça-feira, 13 de dezembro de 2011

Maravilhoso Jesus Hebreus 8:1,2


O que o ministério sacerdotal de Jesus significa para mim

Ora, o essencial das coisas que temos dito é que possuímos tal sumo sacerdote, que se assentou à destra do trono da Majestade nos céus, como ministro do santuário e do verdadeiro tabernáculo que o Senhor erigiu, não o homem. Hebreus 8:1, 2, NVI.

Para a maioria dos cristãos hoje o ensino de Jesus Cristo ser o nosso sumo sacerdote celestial tem pouco significado. A linguagem de templos, sacrifícios e sangue parece pertencer a uma antiga e distante era – como o estudioso bíblico Moffatt colocou, o sacerdote nos tempos bíblicos era como se fosse um açougueiro consagrado.

Mas o ministério sumo sacerdotal de Jesus, ensinado em vários livros da Escritura, e mais detalhadamente no livro de Hebreus, ainda traz uma mensagem poderosa para nós. A seguir reparto com você o que esse tema significa para mim:

Primeiro, o céu é um lugar de boas-vindas. Serei bem recebido ali, vou sentir-me em casa. O céu é o meu lar, meu destino. Jesus, meu irmão mais velho, desbravou o caminho para o céu e escancarou as suas portas. Venho ousadamente à presença de Deus pelos méritos do Seu sangue (Veja Hebreus 4:16). Ele que deu a vida por mim apresenta-se em meu nome a fim de pleitear o meu caso. Ele sabe tudo a meu respeito, compreende minhas tentações, simpatiza com minhas fraquezas e lutas. "Pois, naquilo que ele mesmo sofreu, tendo sido tentado, é poderoso para socorrer os que são tentados" (Hebreus 2:18, NVI).

Segundo, a minha salvação repousa sobre um fundamento externo. Meus sentimentos não são confiáveis, alteram com facilidade, não me atrevo a basear-me neles. Quando me sinto perto de Deus, isso não prova que de fato as coisas sejam assim, quando me sinto longe dEle, não significa que este seja o caso. Como Jesus é o meu sumo sacerdote no céu, não preciso valorizar excessivamente meus estados subjetivos. De igual maneira, minha salvação não está à mercê das dúvidas que me assaltam. Não – situa-se fora de mim mesmo. Jesus é um elemento fixo, imóvel. Não importa o que eu sinta ou o que os oponentes do cristianismo venham a afirmar, Ele permanece sacerdote no céu a meu favor.

Terceiro, em virtude do ministério sumo sacerdotal de Jesus, não necessito de outro mediador. Amigos, sim. Confidentes, sim. Colegas, sim. Mas um sacerdote humano, um intermediário para me ajudar a chegar até Deus? Homens nunca poderão ocupar esse papel! Jesus é singular, é único, é o Deus-homem que transpõe o abismo entre a Divindade e a humanidade. Eternamente misericordioso e fiel, Jesus é tudo o que preciso, agora e para sempre.

Meus estudos no livro de Hebreus e minhas meditações sobre Jesus como meu grande sumo sacerdote trouxeram o céu para mais perto e tornaram Cristo mais real para mim. Desejo que você também descubra que Jesus é seu amigo no santuário celestial.

ORAÇÃO

Querido Deus, como é bom saber que existe alguém que me representa no santuário celestial. Não preciso temer nada nem ninguém, pois possuo um defensor celestial.

Autor: William G. Johnsson

Nenhum comentário:

Gambito

  Gambito Meus amados irmãos, sejam firmes, inabaláveis e sempre abundantes na obra do Senhor, sabendo que, no Senhor, o trabalho de vocês n...