sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

Maravilhoso Jesus Filipenses 3:10



Conhecer o poder da Sua ressurreição

Quero conhecer Cristo, o poder da sua ressurreição e a participação em seus sofrimentos, tornando-me como ele em sua morte para, de alguma forma, alcançar a ressurreição dentre os mortos. Filipenses 3:10, 11, NVI.

"Quando um pesquisador experimenta algo na esfera espiritual", escreve Brennan Manning, autor do livro O leão e o cordeiro. A ternura inflexível de Jesus (Old Jappan, NJ: Fleming H. Revell Co., 1986), "descobre que não tem nada a dizer. Ele só consegue gaguejar e tropeçar com as palavras. Seria mais fácil pegar um furacão com uma rede de pescar camarão do que capturar e expressar adequadamente a realidade do amor de Jesus Cristo. Tudo o mais é como a palha. "

Jesus – Ele é tudo que importa. A essência do cristianismo não é conhecer algo sobre Ele, mas conhecê-Lo.

Servimos a um Salvador ressuscitado, alguém que anda e fala com a gente pelo caminho.Conhecemos o poder do Seu amor – um amor que nos aceita como somos, que nos valoriza pelo que somos e não apenas por aquilo que podemos nos tornar; um amor que nunca nos deixará ou nos esquecerá. "Ainda que me abandonem pai e mãe, o Senhor me acolherá", afirma o salmista (Salmo 27:10, NVI). E em sua idade avançada, ele grita: "Desde a minha juventude, ó Deus, tens me ensinado, e até hoje eu anuncio as tuas maravilhas. Agora que estou velho, de cabelos brancos, não me abandones, ó Deus, para que eu possa falar da tua força aos nossos filhos, e do teu poder às futuras gerações" (Salmo 71:17, 18, NVI).

Conhecer a Cristo – é tudo que precisamos. O nosso crescimento espiritual não é um fim em si mesmo; fixando os pensamentos em nós mesmos caímos numa outra forma de idolatria. Devemos manter os olhos fixos em Jesus, buscando conhecê-Lo e amá-Lo mais a cada dia.

Veja o que Paulo fala, o guerreiro da cruz, o campeão de centenas de batalhas para o Mestre. Será que Ele já alcançou o objetivo? "Não que eu já tenha obtido tudo isso ou tenha sido aperfeiçoado", diz ele. Mas "prossigo para o alvo" (Filipenses 3, 12, 14, NVI). E esse alvo sempre estará um pouco além. Até mesmo na eternidade poderemos crescer em intimidade com Cristo, aprender mais sobre Ele, amá-Lo mais plenamente, conhecê-Lo melhor.

Em nosso texto bíblico de hoje Paulo estabelece uma ligação entre o poder da ressurreição de Cristo e a participação na Sua morte. Esse é um elo importante, pois sem ele, a experiência espiritual pode naufragar. Os primeiros cristãos em Corinto, por exemplo, parece terem enfatizado tanto a vida de ressurreição em Cristo que se tornaram orgulhosos e arrogantes. Então Paulo ergueu perante eles a sabedoria de Deus – a cruz.

Para sempre o Cristo ressuscitado usa o crachá da Crucificação. Nós, que queremos conhecê-Lo, que queremos andar no poder da Sua ressurreição, também devemos usar esse crachá. Devemos tomar parte em seus sofrimentos e dia a dia irmos até o Calvário. "Trazemos sempre em nosso corpo o morrer de Jesus, para que a vida de Jesus também seja revelada em nosso corpo." (2 Coríntios. 4:10, NVI).

ORAÇÃO

Mestre que eu possa hoje conhecer o poder da Sua ressurreição. Faça-me também participante dos Seus sofrimentos, por meio da cruz que levo como Seu discípulo.


Autor: William G. Johnsson

Nenhum comentário:

Lecitina espiritual

DEVOCIONAL DIÁRIO - VISLUMBRES DA ETERNIDADE  27 de fevereiro Lecitina espiritual    Para a liberdade foi que Cristo nos libertou. Por isso,...