quarta-feira, 16 de novembro de 2011

Maravilhoso Jesus Lucas 23:43



"Você estará comigo no paraíso"
Jesus lhe respondeu: “Eu lhe garanto: Hoje você estará comigo no paraíso”. Lucas 23:43, NVI.

Os soldados jogavam indiferentes ao que estava acontecendo nas proximidades. Os sacerdotes e líderes religiosos escarneciam de Jesus e O desafiavam a descer da cruz para crerem nEle. Os moradores de Jerusalém curiosos para assistir a uma crucificação olhavam com indiferença para o homem do norte que dizia ser o Messias de Israel. E até mesmo das cruzes de cada lado de Jesus vinham insultos: "Você não é o Cristo? Salve-se a si mesmo e a nós!" (Lucas 23:39, NVI).

Mas depois de um tempo um dos ladrões para de amaldiçoar. Seu companheiro torna-se mais desesperado e desafiador, mas ele permanece em silêncio. Algo está acontecendo dentro dele. Ele vê o rosto de Jesus contorcido pela dor, lê a inscrição acima da Sua cabeça, "Este é Jesus, o rei dos Judeus". Ele ouve os insultos da multidão: "Salvou os outros, mas não é capaz de salvar a si mesmo! E é o rei de Israel!" (Mateus 27:42, NVI). Ele observa Jesus morrendo – atormentado com o sofrimento infinito, mas sem xingar ou amaldiçoar a ninguém – e começa a crer.

"O Espírito Santo ilumina-lhe a mente, e pouco a pouco a corrente de evidências começa a fazer sentido. Em Jesus ferido, zombado e pendente da cruz, vê o Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo. Esperança e agonia misturam-se em sua voz, conforme a desamparada, moribunda alma lança-se sobre o agonizante Salvador. "Senhor, lembra-Te de mim, quando vieres no Teu reino." (Lucas 23:42. Tradução Trinitariana).

Rapidamente vem a resposta. Num tom suave e melodioso, são pronunciadas palavras cheias de amor, compaixão e poder: "Na verdade te digo hoje, que estarás comigo no Paraíso" (Lucas 23:43)" (O Desejado de Todas as Nações, p. 750).

O ladrão à beira da morte foi a única pessoa a chamar Jesus de Senhor durante o tempo em que Ele esteve pendurado na cruz. Enquanto algumas pessoas choravam e outras escarneciam, um criminoso passou da morte para a vida.

Sim, aqueles que estavam no poder podiam prender a Jesus, arrastá-Lo para um julgamento injusto, e finalmente observá-Lo conforme a sua vida definhava em sua execução, mas eles não podiam acabar com o Seu poder de perdoar e conceder vida plena às pessoas. Ele é o Messias de Israel. Ele é o Filho de Deus. Ele é o Cordeiro de Deus que tira os pecados do mundo.

A cruz de Jesus, sangrenta e horrível, é o lugar do perdão. Perdão para toda a raça humana, conforme Jesus resgata um planeta perdido – mas muito mais do que isso. Na cruz há perdão específico – perdão para os soldados que cravam os pregos em Suas mãos e pés, perdão para os sacerdotes, anciãos e escribas que escarnecem dEle. Perdão para os observadores indiferentes. E perdão para um ladrão à beira da morte.

ORAÇÃO

Senhor lembra-te de mim também quando vieres no Teu reino.

Autor: William G. Johnsson

Nenhum comentário:

Lecitina espiritual

DEVOCIONAL DIÁRIO - VISLUMBRES DA ETERNIDADE  27 de fevereiro Lecitina espiritual    Para a liberdade foi que Cristo nos libertou. Por isso,...