sábado, 15 de outubro de 2011

Maravilhoso Jesus Mateus 23:27


Jerusalém, Jerusalém!

"Jerusalém, Jerusalém, você, que mata os profetas e apedreja os que lhe são enviados! Quantas vezes eu quis reunir os seus filhos, como a galinha reúne os seus pintinhos debaixo das suas asas, mas vocês não quiseram. Mateus 23:37, NVI.

Como uma galinha – que metáfora surpreendente! Ficamos mais à vontade com Jesus como o Leão da tribo de Judá? Como o rei que governará as nações com vara de ferro? Como o Sumo Sacerdote celestial que tem na Sua mão direita os líderes da igreja?

Mas aqui Jesus compara-se a uma galinha que reúne os seus pintinhos debaixo das suas asas. Isso era o que Ele ansiava fazer por Jerusalém. A fim de encontrar segurança, Jerusalém precisava apenas reconhecer o Seu Senhor.

E é exatamente isso o que Jesus ainda deseja fazer por você e por mim. Ele quer reunir-nos, quer manter-nos aquecidos e seguros em meio às tempestades e lutas dessa vida.

"Será que o menino Jesus teve a oportunidade de presenciar pintinhos brincando ao redor da mamãe galinha? Será que Ele os viu correrem para debaixo das fortes asas da mãe quando assustados? Teria Ele pensado então nas escrituras messiânicas? Foi num momento assim que Ele compreendeu que Sua fidelidade seria o escudo da nossa salvação?

"Agora estão diante dos olhos de Jesus não mais pintinhos e galinhas, mas Jerusalém e por extensão o mundo inteiro. Ele olha diretamente para os rostos daqueles que em breve irão crucificá-lo. Ele olha ao redor e vê Judas e Pedro e João. Talvez veja Nicodemos, sua própria mãe, Maria, e Lázaro ressuscitado...

"De repente Ele passa a ter somente um objetivo em mente: dizer quão profundo é o Seu amor, dizer o quanto Ele se importa com aquelas pessoas e conosco. Ele não se concentra na condenação que lhe foi imposta, Ele não se concentra no mal que vê em cada coração, Ele não se concentra nos terríveis dias que estão a sua frente, mas se apega à salvação que está prestes a oferecer. Ele parece estar dizendo. ‘O mais importante não é que vocês são assassinos, mas que há um Salvador’. Um Salvador que veio salvá-Los de si mesmos! Um Salvador que assim como a galinha ajunta os seus pintinhos, da mesma forma gostaria de reuni-los...

"Ele procura deixar claro que tudo o que Ele disse e fez não é mais complexo do que essa verdade: Deus ainda é o nosso refúgio. Ele tenta lembrar a todos que, independentemente de quão escuro esteja o dia, existe um abrigo da tempestade – da tempestade interna, das atrocidades externas. Ele chega proclamando as palavras de Isaías: "Como as aves dão proteção aos filhotes com suas asas, o Senhor dos Exércitos protegerá Jerusalém; ele a protegerá e a livrará; ele a poupará e a salvará" (Isaías 31:5, NVI).

"Como uma galinha, Jesus tem apenas um objetivo para nós: a Salvação. E como pintinhos, nosso único abrigo seguro é debaixo das suas asas." (Ray Tetz, "Saviour Like a Chicken," Adventist Review, Novembro, 19, 1987)

ORAÇÃO

Querido Jesus, muito obrigado por revelares de maneira tão clara o teu amor para comigo, usando metáforas surpreendes a fim de alcançar o meu coração insensível. Quero correr hoje para debaixo das Tuas asas protetoras e salvadoras.

Autor: William G. Johnsson

Nenhum comentário:

Hotel Abraão

  Devocional Diário Hotel Abraão Abraão plantou uma tamargueira em Berseba e invocou ali o nome do Senhor, o Deus Eterno. Gênesis 21:33 Um c...