Translate

quarta-feira, 27 de julho de 2011

Maravilhoso Jesus - Lucas 16:26


Uma Só Vida

E além disso, entre vocês e nós há um grande abismo, de forma que os que desejam passar do nosso lado para o seu, ou do seu lado para o nosso, não conseguem. Lucas 16:26, NVI.

A parábola do Rico e do Lázaro (Lucas 16:19-51) deixa muitos cristãos perplexos. Nela, Jesus contrastou o destino do mendigo com o do homem que vivia no luxo. Lázaro foi para o seio de Abraão, e o homem rico foi para o Hades. Será que a parábola ensina que ao morrer uma pessoa vai ou para o céu ou para o inferno?

De modo algum. Cada parábola contém uma mensagem central. Não devemos forçar uma interpretação quanto aos detalhes da parábola, seja nesta ou em outras parábolas do nosso Senhor. Por exemplo: será que os salvos podem ver os maus vivendo em tormento? Caso pudessem, o céu não seria um lugar muito feliz!

Pelo contrário, a história que Jesus contou – emprestada da tradição judaica – ensina uma verdade central: temos apenas uma vida para viver, portanto devemos aproveitar ao máximo as oportunidades do presente. Na verdade, a parábola do Rico e Lázaro se contrapõe à história do mordomo infiel, encontrada na primeira metade de Lucas 16. O gerente desonesto usou o tempo e o dinheiro que estava debaixo de sua administração para garantir o seu futuro, enquanto que o homem rico desperdiçou a sua vida e a sua riqueza.

Não há segunda chance, é isso que Jesus está dizendo. Temos uma só vida, então devemos preencher todos os momentos com a eternidade em vista.

Este ensino se opõe a muitas das idéias que circulam atualmente na sociedade. Há algum tempo estive envolvido com a preparação de um programa de vídeo sobre o envelhecimento e a morte. Entrevistamos dezenas de homens e mulheres de diversas regiões dos Estados Unidos, perguntando-lhes, "O que você acha que acontece quando você morre?" Quase todos se sentiram à vontade para apresentar suas respostas diante da câmera – e que respostas!

"Voltarei a viver sob outra forma."

"Provavelmente já vivi centenas de vidas, e viverei muitas mais."

"Posso voltar a viver como uma pedra, um cachorro, ou algum outro animal."

"Tudo depende do meu kharma – o qual determina a forma em que voltarei."

Nesta parábola Jesus diz que não é assim que acontece. O homem rico não podia voltar – um grande abismo o separava da sua família, do seu passado, da bem-aventurança eterna.

Os gregos retratavam a oportunidade com pés alados, cabelos longos na frente, mas careca na parte de trás. Uma vez passada, a oportunidade desaparece para sempre – e assim acontece com essa vida.

Temos uma só vida a viver. Vivamos com sabedoria e em amizade com o autor da vida!

ORAÇÃO

Ó Senhor do tempo que vai e não volta mais, enche a minha vida hoje com a glória e a beleza da Tua presença.

Autor: William G. Johnsson
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Receba em seu e-mail nossas mensagens

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

AddThis