segunda-feira, 10 de janeiro de 2011

Maravilhoso Jesus- Êxodo 3:14



O Deus da Sarça Ardente

Disse Deus a Moisés: EU SOU O QUE SOU. Disse mais: Assim dirás aos filhos de Israel: EU SOU me enviou a vós outros. Êxodo 3:14

Deus vem até nós de maneira despretensiosa. O que poderia ser mais comum para um pastor do que um arbusto? Isto foi tudo o que Moisés, agora um pastor de ovelhas por 40 anos, viu na situação, exceto pelo fato de que o arbusto estava em chamas. Ele jamais teria imaginado que aquele dia e aquele arbusto seriam o ponto de partida para sua carreira como o líder escolhido por Deus para libertar o seu povo do cativeiro. Ele havia abandonado essa carreira quatro décadas atrás, quando seus ambiciosos esquemas se transformaram em vergonhosa ruína.

Mas Deus estava na sarça ardente. A majestade divina estava escondida nas chamas; o lugar era “terra santa” (Êxodo 3:5). O Deus da Abraão, Isaque e Jacó não tinha se esquecido do Seu povo, e iria agir em benefício deles: “tenho visto a opressão sobre o meu povo; ... Por isso desci para livrá-los” (versos 7 e 8 NVI). Moisés deveria ser o agente de Deus para tirá-los do Egito, mas era um ato de Yahweh: “Eu serei contigo” (verso 12).

Quando Moisés, pensando na infinidade de deuses existentes no Egito, perguntou pelo nome do Deus da sarça ardente, recebeu a seguinte resposta: “EU SOU O QUE SOU... EU SOU.” Este era um nome estranho, completamente diferente dos nomes dos deuses Egipcios, aonde o sol, o Nilo, o governador dos mortos e muitos outros deuses eram adorados. O nome do Deus da sarça ardente significa a sua eterna existência: Ele é quem Ele é. O Deus da sarça ardente não tem começo nem fim; Ele sempre é; Ele é o EU SOU.

O Deus da sarça ardente revelou-se a várias pessoas na história de Israel. Em seu aparecimento mais importante, veio novamente de maneira despretensiosa. A sua chegada foi tão singela que os “especialistas” não creram que era Ele. Assim como Moisés, eles perguntaram, “quem é você?” (João 8:25). E, como Moisés, ouviram, “Antes que Abraão existisse, EU SOU” (verso 58). Mas, diferentemente de Moisés, não deram ouvidos à Sua voz. O relato diz que “Então eles apanharam pedras para apedrejá-lo” (verso 59).


ﻉﻸﻸﻉﺦﺦﻸﻸﻉﻸﻸﻉﺦﺦﻸﻸﻉﻸﻸﻉﺦﺦ

ORAÇÃO

Deus supremo, existente por si mesmo, sem princípio ou fim, que privilégio poder Te conhecer através de Tuas revelações. Ajuda-me a sentir a Tua presença e a aceitar minha missão de vida, certo de que estarás ao meu lado. Em nome do EU SOU, amém.

Autor: William G. Johnsson

Nenhum comentário:

Ser ou usar

  Devocional Diário Vislumbres da eternidade 21 de julho https://mais.cpb.com.br/meditacao/ser-ou-usar/ Ser ou usar Cuidemos também de nos ...