segunda-feira, 22 de novembro de 2010


MEDITAÇÃO DIÁRIA

23/11/2010



Texto Bíblico
Então Jesus passou a contar ao povo esta parábola: “Certo homem plantou uma vinha, arrendou-a a alguns lavradores e ausentou-se por longo tempo. Na época da colheita, ele enviou um servo aos lavradores, para que lhe entregassem parte do fruto da vinha. Mas os lavradores o espancaram e o mandaram embora de mãos vazias. Ele mandou outro servo, mas a esse também espancaram e o trataram de maneira humilhante, mandando-o embora de mãos vazias. Enviou ainda um terceiro, e eles o feriram e o expulsaram da vinha. “Então o proprietário da vinha disse: ‘Que farei? Mandarei meu filho amado; quem sabe o respeitarão’. “Mas quando os lavradores o viram, combinaram entre si dizendo: ‘Este é o herdeiro. Vamos matá-lo, e a herança será nossa’. Assim, lançaram-no fora da vinha e o mataram.“O que lhes fará então o dono da vinha? Virá, matará aqueles lavradores e dará a vinha a outros”.Quando o povo ouviu isso, disse: “Que isso nunca aconteça!” -- Lucas 20:9-16

REFLEXÃO
Tem alguma pessoa na sua vida que é difícil de amar? Você tem que conviver com ela todos os dias, ou já conseguiu organizar sua vida de modo que não precisa mais lidar com ela? Às vezes é um colega de trabalho ou vizinho. Às vezes é um irmão na fé ou um parente, talvez bem próximo. Aí é que dói mais. Sempre chega aquela hora em que dá vontade de evitar ou de fingir que está lá ainda quando já desistiu. A coisa mais estranha nesta parábola é a reação do dono da vinha. Diante do aumento sucessivo da maldade dos lavradores, o senhor foi aumentando seu esforço para ganhá-los. O
dia da decisão chegou. Mas, até aquele dia, o dono, que representa O DONO de todos nós, continuou tentando, tentando, tentando. Há um alerta nesta mensagem para lavradores maus. Mas, há outra lição para os bons lavradores - o melhor do fruto do Reino só é colhido plantando o que há de melhor em nós, mesmo que haja perdas. Será que desistimos quando o Senhor queria tentar mais uma vez? E quantas vezes ele tentou conosco?

ORAÇÃO:
Misericordioso Senhor, onde eu estaria se o Senhor tivesse desistido de mim quando eu quis desistir de Jesus? Ajude-me a perseverar enquanto o Senhor tiver esperança, mesmo para com aqueles que fizeram mal a mim. Eu preciso da ajuda do Senhor especialmente com eles. Perdoe-me e ajude-me, Pai. Obrigado por mais uma vez não desistir de mim. Em nome de Jesus eu oro. Amém.

Autor da Meditação: Dennis Downing


Um comentário:

Unknown disse...

Obrigada! Esta mensagem é para mim, também preciso de mais paciência, amor, com os maus de minha casa, muito maus, egoistas, aproveitadores... Que Deus tenha misericórdia de mim também!

Dor de coração

  Devocional Diário Vislumbres da eternidade 24 de julho https://mais.cpb.com.br/meditacao/dor-de-coracao/ Dor de coração O cetro não se ar...