terça-feira, 18 de junho de 2024

Ovos contra pedras

 Devocional Diário

Vislumbres da eternidade
18 de junho

Ovos contra pedras

Mesmo que o nosso ser exterior se desgaste, o nosso ser interior se renova dia a dia. 2 Coríntios 4:16

Alguns anos atrás, deparei-me com um artigo interessante que falava sobre Física e ovos de galinha. Não se tratava do eterno debate sobre o ovo ou a galinha, mas sim de uma expressão chinesa, Yi luan ji shi, que se refere ao impacto de um ovo contra uma rocha, em que sempre é o ovo que se quebra. Essa ideia se fixou em minha mente como um modelo de quando duas forças desiguais colidem. É provável que isso lembre alguma experiência que você já teve na vida. No entanto, uma frase anônima que li recentemente me fez repensar minha concepção sobre “ovos” e “rochas”. Ela dizia: “Se for uma força externa que quebra um ovo, a vida se acaba. Se for uma força interna, a vida começa. Mude a partir do seu interior.” Essa frase espetacular me fez refletir que talvez o problema não esteja nas rochas.

O galo-da-serra-andino, também conhecido como Rupicola peruvianus, é a ave nacional do Peru e é uma das mais belas aves que já vi. Ele recebe o nome de “rupícola” por viver e fazer seu ninho em rochas montanhosas nos Andes. As fêmeas se camuflam perfeitamente nas encostas dos montes, tornando-se difíceis de serem vistas. Para essa espécie, as rochas não representam um problema, pois essas aves não temem as alturas. Talvez seja por isso que muitos as chamam de “galinho das rochas”.

Passamos a vida temendo as “rochas” e o impacto que elas podem causar em nossa existência, quando deveríamos estar nos desenvolvendo interiormente para sairmos do ovo e viver plenamente! É por isso que Paulo aconselha os coríntios a não desistirem e a terem a paciência necessária para crescerem internamente, mesmo que externamente sejam alvos de impactos. Devemos nos renovar a cada dia e voltar a tentar, pois a paciência molda o nosso caráter e nos fortalece para lidar com as dificuldades da vida.

Lembre-se: a maioria de nossas lutas não é contra o mundo exterior, mas sim com nosso mundo interior. Portanto, em vez de temermos as dificuldades e os desafios do viver, devemos encará-los como oportunidades de crescimento e aprimoramento. Que possamos, com o poder do Espírito Santo, buscar a força necessária para encarar as rochas da vida e nos tornar seres humanos melhores.
https://mais.cpb.com.br/meditacao/ovos-contra-pedras/

●●●

Nenhum comentário:

Imagens da igreja

  Devocional Diário  Vislumbres da eternidade  17 de julho https://mais.cpb.com.br/meditacao/imagens-da-igreja/ Imagens da igreja Ele é como...