segunda-feira, 20 de maio de 2024

Mais que marionetes

 Devocional Diário

Vislumbres da eternidade
20 de maio
https://mais.cpb.com.br/meditacao/mais-que-marionetes/

Mais que marionetes

Você falará com ele e lhe porá na boca as palavras; Eu serei com a sua boca e com a dele e ensinarei a vocês o que devem fazer. Êxodo 4:15


Há quem diga que Euricles de Atenas foi o primeiro ventríloquo da história, mas a verdade é que muito tempo antes dele, no distante Egito, essa arte de dar vida a um boneco e fazê-lo falar já era praticada. Em algumas religiões do antigo Oriente Médio, era comum que os deuses “possuíssem” seus sacerdotes ou sacerdotisas, que então falavam em nome dos deuses como se fossem médiuns. Através desse processo, muitas mensagens eram transmitidas aos reis.

Ao contrário desses casos, Deus não é um ventríloquo. Ele não toma posse das pessoas para cumprir Seus propósitos. Deus trabalha em cooperação com os seres humanos e, em Seus projetos de missão, somos muito mais do que meros instrumentos. A cada proposta que o Senhor nos faz, crescemos em imitação de Seu caráter. Isso foi evidenciado na história de Moisés e Arão, que, trabalhando juntos, se tornaram as vozes de Deus. Eles não eram meros fantoches nas mãos divinas; pelo contrário, eram seres livres e pensantes. O Senhor prometeu que eles teriam as palavras adequadas, pois os ajudaria a entender o que era necessário.

O Eterno não Se agrada de adoradores que memorizam coisas da vida espiritual e as repetem como papagaios. Ele prefere que tenhamos diálogos, debates, e que encontremos experiências em comum. Ele quer que aprendamos ao lado Dele e promete colocar palavras em nossa boca, pois deseja que sejamos Seus mensageiros. Não se trata de repetição, mas de uma relação verdadeira. Será que as expressões religiosas que utilizamos todos os dias são realmente nossas ou são apenas frases adquiridas? Será que, de fato, estamos no caminho da fé ou apenas a seguimos superficialmente?

Deus promete mudar nossa vida, se permitirmos. Ele quer que sejamos quem somos juntos Dele, sem deixar nossa personalidade de lado. É uma questão de aproximação e confiança. Se confiarmos em Deus, Ele nos guiará para que possamos cumprir a missão que Ele tem para nós.

Portanto, entregue-se ao soberano Deus e confie que Ele fará grandes coisas por você e através de você. Peça que o Senhor use grandemente sua vida para fazer a diferença na sociedade e no meio em que você vive.

Nenhum comentário:

Quem ri por último ri melhor

  Devocional Diário Vislumbres da eternidade 22 de junho Quem ri por último ri melhor Sara disse: “Deus me deu motivo de riso. E todo aquel...