domingo, 7 de abril de 2024

E assim aconteceu

 Devocional Diário

E assim aconteceu

Deus fez o firmamento e a separação entre as águas debaixo do firmamento e as águas acima do firmamento. E assim aconteceu. Gênesis 1:7


Uma das expressões repetidas no primeiro capítulo do Gênesis é: “E assim aconteceu.” Embora as repetições pareçam redundantes, não o são. A palavra “assim” (ken) vem de uma raiz que indica algo firme, bem estabelecido. Poderíamos traduzir a expressão como “e assim foi estabelecido”. O que isso quer dizer? Quer dizer que o que foi realizado naquele instante não foi criado apenas para aquele momento, mas para sempre.

Nos versos 7 e 9, um espaço fixo é determinado para os céus e para as águas do mar. Para um hebreu, isso tinha fortes conotações. Tanto na mitologia cananeia quanto na mesopotâmica, os deuses celestes e marinhos lutam entre si sem que haja limites para os conter. Ao posicioná-los espacialmente e para sempre em um lugar, a Bíblia nos lembra que o céu e o mar não são deuses. No verso 11 se constata que quem produz a vegetação com seus ciclos não é o deus Baal (que despertava na primavera e produzia a flora), mas o Senhor Deus. No verso 15 é apresentada a função dos luzeiros, considerando-os como instrumentos de medição e não como deuses pagãos (Shamash ou Sin) nem como geradores de destinos (esses deuses tinham muito a ver com o horóscopo). Os versos 24 e 30 apresentam a taxonomia dos seres criados e sua dieta. Os animais são animais, e não há necessidade de oferendas ou sacrifícios para eles. Não são deuses.

Com cada “E assim aconteceu”, os panteões egípcio, cananeu e mesopotâmico sucumbem gradativamente. Deus fala, e as coisas se submetem à Sua suprema vontade. O criado está sempre sujeito à vontade do Criador.

Às vezes escutamos em certos documentários expressões como “a mãe natureza” ou “a sabedoria da natureza”. Essas expressões já estão tão arraigadas que chegam a ser consideradas científicas. No entanto, desde a época de Moisés, o “E assim aconteceu” questiona a mitologia e os ditos populares que se consagraram em axiomas. Se é para crermos em algo, é muito melhor crer em Deus, não acha?

Crer na Palavra nos traz não somente segurança, mas também esperança. Deus falou, e tudo se fez. Ainda é assim nos dias de hoje. Podemos exclamar: Fiel é a Palavra do Senhor! Apegue-se a ela de todo o coração.

Vislumbres da eternidade
7 de abril
https://mais.cpb.com.br/meditacao/e-assim-aconteceu/
•••

Nenhum comentário:

Amigos para toda a vida

  Devocional Diário Vislumbres da eternidade 25 de maio https://mais.cpb.com.br/meditacao/amigos-para-toda-a-vida/ Amigos para toda a vida ...