segunda-feira, 18 de dezembro de 2023

VIDA A DOIS

 MEDITAÇÃO DIÁRIA 

18 de dezembro

VIDA A DOIS

Não é bom que o homem esteja só; farei para ele uma auxiliadora que seja semelhante a ele. Gênesis 2:18


Ao longo do relato da criação é dito: “E Deus viu que isso era bom” (Gn 1:10, 12, 18, 21). Contudo, em algum momento do sexto dia, ao avaliar algo que acabara de criar, Deus disse que algo não era bom. Não porque fosse defeituoso, mas porque estava incompleto. Ele disse: “Não é bom que o homem esteja só. Vou fazer-lhe uma companheira.” Então, formou a mulher e a trouxe ao homem. Agora, ao vê-los juntos, acompanhados de todas as coisas criadas, Deus faz uma nova avaliação: “Deus viu tudo o que tinha feito, e eis que era muito bom” (Gn 1:31).

O ser humano não foi criado para viver em solidão. Ele necessita de companhia para se sentir realizado e feliz, e a melhor companhia que pode ter está no casamento. É por meio desse vínculo especial que as necessidades físicas, mentais e sociais do homem e da mulher podem ser mais bem supridas. Diz a Bíblia: “Melhor é serem dois do que um” (Ec 4:9), porque um pode apoiar o outro, um pode ajudar o outro. Unidos produzem mais e são mais fortes na luta contra as adversidades.

Quando alguém assume o casamento, espera receber carinho, compreensão, apoio e segurança; mas também deve estar disposto a dar as mesmas coisas e tudo que puder para fazer o outro feliz e para que o casamento seja vitorioso.

Certa manhã, vi um passarinho preto piando desesperadamente no jardim. Então apareceu um pássaro bem menor que o alimentava. Um amigo me explicou que aquele era um filhote de chupim, um pássaro que não choca os ovos. Ele os coloca no ninho de um tico-tico, que os choca. Depois que nascem os filhotes, o tico-tico os alimenta como se fossem seus. Assim, eu havia visto um chupim filhote sugando tudo que podia de um tico-tico bem menor do que ele.

Infelizmente, há pessoas que têm uma compreensão errada do casamento. Elas se casam apenas pensando em receber, em exigir, em sugar do outro tudo o que puderem. São verdadeiros chupins. Em vez disso, marido e mulher devem estar dispostos a dar, a contribuir, a fazer tudo que puderem para abençoar um ao outro. Os que agem assim podem contar com a bênção de Deus. No casamento e na vida, o que você pode fazer para tornar o outro feliz?

Nenhum comentário:

Gambito

  Gambito Meus amados irmãos, sejam firmes, inabaláveis e sempre abundantes na obra do Senhor, sabendo que, no Senhor, o trabalho de vocês n...