quinta-feira, 30 de novembro de 2023

Isaías 7 Comentário

  Lendo a Bíblia de Gênesis a Apocalipse

Leitura Bíblica – Isaías 7
Comentário: Pr. Heber Toth Armí


ISAÍAS 7 – Após seu chamado e capacitação para uma missão desafiadora conforme Isaías 6, o profeta de Deus recomeça suas atividades.

“A primeira missão de pregação do profeta a ser registrada é aquela a Acaz (v. 731-715), que tem de escolher entre ser invadido por Síria e Israel, pedir ajuda à Assíria e confiar numa palavra revelada da parte de Deus. À semelhança de Acabe, Acaz recusa-se a confiar no servo fiel de Yahweh (7:1-9). Por esse motivo Isaías apresenta um oráculo que abrange o presente e o futuro. Ao fazê-lo deixa implícito que Deus dará um sinal extraordinário que acentuará a futilidade da descrença de Acaz. Ele diz que uma ‘virgem ficará grávida e dará à luz um filho, e o chamará Emanuel’ (7:14). Além disso, a terra logo ficará livre dos sírios e israelitas, e a Assíria virá contra Judá (7:15-17)” (Paul House).

Há muitos ensinamentos maravilhosos neste capítulo inspirado. Porém, sobretudo, destaca-se a ideia do “convite à confiança em Deus”. Considere o comentário da Bíblia Andrews:

“A confiança no Senhor é um tema importante que perpassa todo o livro (cap. 25, 30). Na verdade, trata-se do alicerce da teologia de Isaías. O povo de Deus só poderia ser salvo se recorresse ao Senhor, não à Assíria, ao Egito ou à coalizão siro-efraimita. Neste capítulo, um novo rei é desafiado a ter a confiança em Deus ao ser ameaçado de derrota. A falta de fé revelada por Acaz se transforma em oportunidade para o Senhor fazer algo extraordinário. Por meio da vida cotidiana do profeta Isaías, Deus concede um sinal para mostrar o que é capaz de fazer, a despeito da recusa de Acaz em pedir o sinal divino”.

Além do filho de Isaías, Deus concedeu-nos sinal mais extraordinário (Mateus 1:18-25); Seu próprio Filho tornou-Se o Emanuel verdadeiro: Deus realmente conosco!

A descrença traz consequências. “Porque Acaz não aceitou o oferecimento da graça de Deus, não escapará do castigo divino. E, por esse motivo, este é também um sinal verdadeiro, uma prova, que permeia toda a história subsequente... de que o pecador não escapa do seu castigo e de que a palavra de Deus permanece” (Otto Kaiser).

A incredulidade deve ceder espaço à confiança em Deus. Viver esta substituição nos trará recompensas! – Heber Toth Armí.

#rpsp #ebiblico #palavraeficaz
••••

Nenhum comentário:

Jenga e Lego

  Devocional Diário Vislumbres da eternidade 20 de julho https://mais.cpb.com.br/meditacao/jenga-e-lego/ Jenga e Lego Irmãos, pelo nome de ...