quinta-feira, 9 de novembro de 2023

Eclesiastes 6 Comentário

 Lendo a Bíblia de Gênesis a Apocalipse

Leitura Bíblica – Eclesiastes 6
Comentário: Pr. Heber Toth Armí


ECLESIASTES 6 – Este capítulo é uma obra rica em reflexões sobre a vida, a sabedoria e o propósito humano. Contém temas que tratam de diversos aspectos da existência:

• Posses materiais e riquezas não passam de meras futilidades; são bugigangas que iludem aos sofredores neste mundo de aflições (Eclesiastes 6:1-2). É ironia ter riquezas e não poder desfrutá-las plenamente, tanto quanto é loucura trabalhar de forma insana para depois usar os recursos para tratar doenças resultantes do trabalho.

• Por mais intensa e extensa que seja a vida, se não houver satisfação e verdadeiro contentamento, será pior que ter sido abortada. A insatisfação é insaciável sem intimidade com o Criador; o pecador morre como qualquer animal (Eclesiastes 6:3-6).

• O trabalhador incansável com uma família grande, porém desprovido de verdadeiro contentamento, passará pela vida como se não tivesse vivido (Eclesiastes 6:7-9). O contentamento, independente das circunstâncias, só se obtém com investimento no relacionamento com Deus.

• A ignorância da humanidade é confrontada pelo estudo correto da Palavra de Deus. As perguntas retóricas servem para nos colocar em nosso lugar e nos fazer reconhecer nossa tremenda necessidade e carência de Deus como prioridade em nossa existência (Eclesiastes 6:10-12).

Eclesiastes 6 destaca a efemeridade da vida e dos bens materiais, enfatizando que a verdadeira realização não pode ser encontrada em coisas de valor meramente terreno. Salomão salienta a importância de encontrar contentamento na vida, reconhecendo que a verdadeira sabedoria para aproveitar bem os anos vem de Deus, o Autor da vida.

Eclesiastes 6 também aborda a questão da ambição, da cobiça que domina nosso coração. Nossa filosofia é: Quanto mais tem, mais quer. Somos naturalmente insaciáveis. Leroy Froom reconhece que...

“A cobiça é um dos inimigos mais terríveis do ser humano”. Ao analisar esse tema, ele afirma que “a maldição das riquezas trouxe mais sofrimento à raça humana do que talvez qualquer outra coisa. Ela inspirou os atos mais baixos da história. Impérios foram destruídos, nações arruinadas, continentes mergulharam em guerras mais devastadoras e pessoas se envolveram em disputas amargas, não por causa da pobreza extrema, mas do abuso injusto do dinheiro”.

Em outras palavras, qualquer coisa que substituir o lugar de Deus em nossa vida, só promoverá terríveis desgraças! Isso está comprovado. Então, urgentemente devemos reavivar-nos em Sua Palavra! – Heber Toth Armí.
#rpsp #ebiblico #palavraeficaz
••••

Nenhum comentário:

Jovens a serviço

  Devocional Diário Vislumbres da eternidade 18 de maio https://mais.cpb.com.br/meditacao/jovens-a-servico/ Jovens a serviço Expondo estas ...