quinta-feira, 16 de novembro de 2023

Cântico dos Cânticos 1 -Comentário

 Lendo a Bíblia de Gênesis a Apocalipse

Leitura Bíblica – Cântico dos Cânticos 1
Comentário: Pr. Heber Toth Armí


CÂNTICO DOS CÂNTICOS 1 – Alguns intérpretes têm dificuldades de assimilar o teor romântico neste texto sagrado. Contudo, é importante saber que Deus mesmo é o idealizador do casamento, do amor e do romantismo. Portanto, nosso preconceito precisa ser erradicado para que entendamos a real e clara mensagem deste livro inspirado.

Sem fugir para interpretações alegóricas, faremos uma análise literal do texto com suas implicações teológicas, com aplicações práticas para a vida no mundo atual e moderno. Embora tenha sido escrito por Salomão há muito tempo, seus princípios são relevantes e importantes hoje.

Mesmo que todo o livro seja uma coleção de poesia lírica abordando o tema do amor romântico, ele não é menos inspirado e útil para a espiritualidade e a religião que os outros livros bíblicos. Na verdade, ele está no mesmo nível de sacralidade que qualquer dos outros 65 livros da Bíblia.

Este livro poético e amoroso descreve a relação entre um noivo (Salomão) e uma noiva. Seu contexto social e histórico envolve o reinado em Israel como o rei mais sábio e prolífico escritor que era (I Reis 4:29-31). Suas obras eram diversas e extensas: “Ele compôs três mil provérbios, e os seus cânticos chegaram a mil e cinco” (I Reis 4:32). De sua produção literária e musical, Cântico dos Cânticos é incomparável.

A repetição do título é uma característica da escrita hebraica para expressar uma ideia de máxima excelência ou superioridade. Ou seja, é o que chamamos de superlativo, uma forma gramatical usada para indicar que algo ou alguém está no grau mais elevado ou é melhor em sua categoria.

Este Cântico é supremo, é o poema mais excepcional ou a canção mais sublima que Salomão escreveu dos seus 1005 cânticos, único preservado nas páginas bíblicas. O Comentário Bíblico Adventista esboça da seguinte forma seu início:

I. Título, 1:1.
II. O casamento entre Salomão e a donzela Sulamita, 1:2-2:7.
A. Diálogo: A donzela Sulamita expressa admiração pelo noivo. As moças da corte lhe respondem, 1:2-7.
B. Salomão entra: Ele e a noiva trocam mútuas expressões de amor, 1:8-2-7.

Deus almeja que desfrutemos do amor na intimidade no relacionamento entre homem e mulher. Tal prazer não é pecado, é louvável. Esse amor deve ser cultivado em nossa sociedade pervertida, depravada. Reavivemo-nos! – Heber Toth Armí.

#rpsp #ebiblico #palavraeficaz
••••

Nenhum comentário:

Jovens a serviço

  Devocional Diário Vislumbres da eternidade 18 de maio https://mais.cpb.com.br/meditacao/jovens-a-servico/ Jovens a serviço Expondo estas ...