quarta-feira, 15 de março de 2023

Neemias 13 Comentário

  Lendo a Bíblia de Gênesis a Apocalipse

Leitura Bíblica – Neemias 13
Comentário: Pr. Heber Toth Armí


NEEMIAS 13 – É inacreditável como pessoas que experimentam as benesses do reavivamento logo descambam para as desgraças da apostasia.

Sem alguém para exortar-nos trazendo-nos para as coisas espirituais, esquecemos ou deturpamos os princípios divinos. Na ausência de Esdras e Neemias após o grande reavivamento, foram deturpados ou ignorados princípios relacionados aos estrangeiros (Neemias 12:1-3), ao templo (Neemias 12:4-9), ao dízimo (Neemias 12:10-13), ao sábado (Neemias 12:15-22), ao casamento (Neemias 12:23-29). Consequentemente, Neemias promover poderosa reforma espiritual (Neemias 12:30-31).

Note que “este estado de coisas podia ter sido evitado se os chefes tivessem exercido a sua autoridade; mas o desejo de impulsionar os seus próprios interesses tinha-os levado a favorecer a impiedade. É a fusão dos nossos interesses com os interesses dos descrentes que conduz à apostasia e ruína espiritual”, explica Ellen White.

Esta é atualmente nossa triste realidade!

“Os servos de Deus hoje encontram dificuldades similares àquelas contra as quais Neemias lutou. A natureza humana ainda é a mesma. E Satanás está ativo, zeloso e perseverante agora como foi no passado. Pelo contrário, a Palavra de Deus declara que seu poder e inimizade aumentam quanto mais perto chegarmos do fim dos tempos. O maior perigo para o antigo povo de Deus surgiu de sua inclinação à desconsideração dos diretos reclamos divinos e de realizar, em seu lugar, os próprios desejos. Tais são os perigos e pecados do povo de Deus no tempo presente. A indolência, a apostasia e a degeneração em nossas igrejas pode ser devida, em grande proporção, aos sentimentos frouxos que têm surgido em resultado da conformidade com o mundo. O sábado não é sagradamente observado como deveria. Casamentos impróprios, com seu cortejo de males, têm levado alguns dos homens mais competentes à apostasia e ruína”, alerta Ellen.

E, continua: “Na obra da reforma a ocorrer hoje, há necessidade de homens que, como Esdras e Neemias não escondam ou desculpem o pecado, nem se esquivem de vindicar a honra a Deus. Aqueles sobre quem repousa o fardo desta obra não se sentem em paz quando o erro é praticado nem cobrem o mal com o manto da falsa caridade”.

Sem as ardentes chamas do reavivamento, a igreja se torna um lugar sombrio, sem vida; onde formalidades substituem a verdadeira espiritualidade. Precisamos reavivarmo-nos! – Heber Toth Armí.
#rpsp #ebiblico #palavraeficaz
•••••

Nenhum comentário:

Jovens a serviço

  Devocional Diário Vislumbres da eternidade 18 de maio https://mais.cpb.com.br/meditacao/jovens-a-servico/ Jovens a serviço Expondo estas ...