quinta-feira, 16 de março de 2023

Ester 1 Comentário

Lendo a Bíblia de Gênesis a Apocalipse

Leitura Bíblica – Ester 1
Comentário: Pr. Heber Toth Armí


ESTER 1 – Numa cultura onde homens são déspotas, rainhas podem ser friamente depostas não apenas do cargo, mas despedida pelo marido.

O livro de Ester oferece insights de como lidar com culturas não apenas machista, mas cruel, opressiva e arrogante. Já no primeiro capítulo, é possível ver contraste entre a cultura e os princípios das Escrituras, o que pode gerar grande tensão na cosmovisão da sociedade.

Aqueles que são moldados por culturas machistas, podem facilmente concordar com o comportamento do soberano da Pérsia. Pode concluir com ele, que a esposa não deve ser consultada, convidada e respeitada; que deve obedecer mesmo contra a vontade. Caso não ceda aos caprichos masculinos, deverá ser humilhada, descartada e despedida (Ester 1:1-22).

Os que solidarizam com a rainha Vasti podem facilmente discordar veementemente da forma em que o rei a tratou. Reconhecem a coragem feminina para não aceitar ser humilhada diante de homens bêbados. Percebem ousadia para enfrentar a opressão imperando contra a figura da mulher. E, notam a determinação feminina de não ceder aos caprichos masculinos mesmo correndo riscos de sofrer terríveis consequências (Ester 1:9-12).

O espaço é pequeno para tratar de questões tão complexas. Todavia, destaca-se a pergunta: Quem agiu corretamente, o rei Assuero/Xerxes ou, a rainha Vasti? Se a cultura de um lugar for base para responder tal questionamento, sem dúvida alguma se conclui que o rei agiu corretamente; porém, se a resposta for baseada na Escritura, sem dúvida, a atitude do rei é condenável e, a atitude da rainha, louvável.

O que afeta nossa cosmovisão? Reflita atentamente: “A alegria contrária à natureza que a intemperança dá à mente e ao humor, diminui as sensibilidades ao aperfeiçoamento moral, tornando impossível aos santos impulsos atuarem no coração, e manterem o governo das paixões, quando a opinião pública as sustêm. Festividades e divertimentos, danças e o livre uso do vinho, embotam os sentidos, e removem o temor de Deus”, adverte Ellen White.

Ambição, vaidade e diversão promíscua têm atraído às pessoas desde que o pecado corrompeu nossa natureza. Orgulho, grandeza e autoridade têm sido buscados implacavelmente por inúmeros indivíduos. Quem adquire certo poder, temendo o desprezo e humilhação, humilhará e desprezará quem quer que seja que não lhe obedecer (Ester 1:15-22).

Deixemos Deus moldar nossa cosmivisão! Reavivemo-nos! – Heber Toth Armí.

#rpsp #ebiblico #palavraeficaz
•••••

Nenhum comentário:

Lecitina espiritual

DEVOCIONAL DIÁRIO - VISLUMBRES DA ETERNIDADE  27 de fevereiro Lecitina espiritual    Para a liberdade foi que Cristo nos libertou. Por isso,...