sábado, 26 de novembro de 2022

2 Reis 4 Comentário

 Lendo a Bíblia de Gênesis a Apocalipse

Leitura Bíblica - 2 Reis 4
Comentário
Pr Heber Toth Armí

II REIS 4 – Mais importante que obter conhecimento de Deus é desenvolver relacionamento com Ele; se bem que, qualquer relacionamento íntimo gera conhecimento. Por conseguinte, conhecer a Deus é o caminho da vida eterna (João 17:3).

É importante saber que uma coisa é estudar sobre Deus; outra, é conhecê-lO por convivência com Ele. É importante perceber que obter informações teológicas não é empiricamente a mesma coisa que relacionar-se com Deus. Uma coisa é saber de Seu poder, outra coisa é experimentá-lO.

O capítulo em pauta não visa meramente informar que Deus opera milagres, como multiplicar azeite a viúvas endividadas, ressuscitar filhos de casais desesperados, transformar em bênção guisados envenenados, e multiplicar pães para alimentar uma centena de pessoas. O propósito é mostrar que Deus está disposto a atender nossas necessidades como atendeu na época de Eliseu – independentemente de quais sejam elas.

Tanto ricos quanto pobres, viúvos e casados, homens e mulheres, todos têm necessidades; e, a todos Deus pode atender. Ele nos conhece, e reconhece cada uma das leis que Ele colocou no Universo; então, as utiliza como bem Lhe parecer, se for para nos favorecer.

As Escolas dos Profetas foram muito importantes na história sagrada (II Reis 4:38). Elas servem de modelos para clubes de Desbravadores e Aventureiros, e para os Colégios Adventistas e Escolas Sabatinas. O profeta, Juiz e Sacerdote Samuel foi o idealizador dessa instituição de ensino; na qual, “dentre as principais matérias de ensino estavam a lei de Deus com as instruções dadas a Moisés, história sagrada, música sacra e poesia. Nessas ‘escolas dos profetas’, os jovens eram educados por aqueles que não só eram versados na verdade divina, mas também mantinham íntima comunhão com Deus e haviam recebido dons especiais de Seu Espírito. Esses educadores desfrutavam o respeito e a confiança do povo, tanto pelo saber como pela piedade. O poder do Espírito Santo era, muitas vezes, notavelmente manifesto em suas assembleias, e a manifestação do dom profético não era rara. Essas escolas ou colégios tinham valor incalculável para Israel por proporcionar não só a disseminação da verdade religiosa, mas por preservar o espírito da piedade vital”, assinala Ellen White.

As informações históricas do favor de Deus devem levar-nos a experimentar Seu poder nos dias atuais. Portanto, reavivemo-nos! – Heber Toth Armí.

#ebiblico #rpsp #palavraeficaz‌‌

Nenhum comentário:

A OBRA DE CRISTO NO CÉU

A OBRA DE CRISTO NO CÉU Tendo, pois, Jesus, o Filho de Deus, como grande Sumo Sacerdote que adentrou os Céus [...], aproximemo-nos do trono ...