terça-feira, 11 de outubro de 2022

O DOADOR DE DESCANSO

 

O DOADOR DE DESCANSO

Venham repousar um pouco, à parte, num lugar deserto. Marcos 6:31

Cristo não proferiu palavra alguma revelando a própria importância nem exibindo Sua superioridade. Jamais ignorava os outros seres humanos. Não reivindicava autoridade por causa de Sua relação com Deus. Suas palavras e ações, porém, revelavam que Ele tinha conhecimento da Sua missão e do Seu caráter. Falava das coisas celestiais como alguém que tem muita familiaridade com todas elas. Mencionava Sua intimidade e união com o Pai assim como um filho fala de sua conexão com os pais. Falava como Alguém que veio iluminar o mundo com a Sua glória. Jamais favoreceu as escolas dos rabinos, pois era o Mestre mandado por Deus para instruir a humanidade. Como Aquele em quem se encontra todo poder de restauração, Cristo falava sobre atrair a raça humana inteira a Si, dando-lhe vida eterna. Nele há poder para curar toda enfermidade física e espiritual.

Cristo veio ao nosso mundo com uma consciência maior do que a mera grandeza humana, a fim de realizar uma obra de resultados infinitos. Onde é possível encontrá-Lo fazendo esse trabalho? Na casa do pescador Pedro, descansando junto ao poço de Jacó, falando à mulher samaritana sobre a água viva. Em geral, Ele ensinava ao ar livre; mas, às vezes, no templo, pois comparecia aos ajuntamentos do povo judeu. Com maior frequência, porém, Jesus ensinava sentado na encosta de uma montanha ou em um barco de pesca. Entrava na vida desses humildes pescadores. Sua simpatia agia em prol dos necessitados, sofredores e desprezados. E muitos eram atraídos a Ele.

Quando o plano da redenção foi traçado, ficou decidido que Cristo não viria de acordo com Seu caráter divino; pois, nesse caso, não conseguiria Se relacionar com os aflitos e sofredores. Precisaria vir como pobre. Ele poderia ter vindo com a aparência de Sua posição exaltada nas cortes celestiais, mas não. Era preciso chegar ao nível mais profundo do sofrimento e da pobreza humana, a fim de que Sua voz fosse ouvida pelos sobrecarregados e desiludidos; para que pudesse Se revelar à alma exausta e enferma pelo pecado como o Restaurador, o Desejado de todas as nações, o Doador de descanso. E para aqueles que carecem de paz e descanso hoje, tão verdadeiramente quanto para aqueles que escutaram Suas palavras na Judeia, Ele diz: “Venham a Mim todos vocês que estão cansados e sobrecarregados, e Eu os aliviarei” (Mt 11:28) (Manuscrito 14, 1897). 

PARA REFLETIR: Até que ponto você está disposto a abrir mão dos privilégios de um status para servir aos necessitados? 

MEDITAÇÃO DIÁRIA

11 de Outubro
https://mais.cpb.com.br/meditacao/o-doador-de-descanso/

Nenhum comentário:

A PUREZA INFINITA

  A PUREZA INFINITA E todo o que tem essa esperança Nele purifica a si mesmo, assim como Ele é puro. 1 João 3:3 Ao terminar o discurso, Jesu...