sexta-feira, 16 de setembro de 2022

O NOIVO CELESTIAL

 O NOIVO CELESTIAL

Deem a nós um pouco do óleo que vocês trouxeram, porque as nossas lamparinas estão se apagando. Mateus 25:8

Para nós, não é questão de pouca importância como ouvimos e tratamos a verdade divina. Compreender erroneamente a verdade ou falhar em apreciá-la porque não damos valor à luz que recebemos equivale a construir sobre a areia. O edificador sábio constrói sobre a Rocha, Cristo Jesus, apesar de toda e qualquer inconveniência. Não edifica sobre o que é humano, mas sobre os méritos divinos, aceitando a justiça de Cristo como se fosse sua, entendendo que essa é a única esperança de salvação. O construtor insensato constrói sobre a areia e, por sua falta de cuidado, preconceito ou engano do coração natural, nutre um espírito de justiça própria, colocando a sabedoria humana no lugar em que a sabedoria divina deveria ter supremacia. Quão terríveis são as consequências!

Há muitos construtores insensatos e, quando a tempestade da tentação vem e os assola, fica claro que seu alicerce não passava de areia movediça. São deixados em densas trevas sem fé, princípios e fundamento. As cinco virgens tolas tinham interesse verdadeiro no evangelho. Sabiam qual era o padrão perfeito de justiça. Mas suas energias foram paralisadas pelo amor-próprio. Viviam para agradar e glorificar a si mesmas. Não tinham o óleo da graça na vasilha para reabastecer a lâmpada. Com frequência, eram afligidas pelo inimigo, que conhecia suas fraquezas e colocava escuridão diante delas à semelhança de luz. A verdade preciosa e doadora de vida não lhes parecia essencial, e Satanás se aproveitou de sua cegueira, ignorância e fé frágil. Assim, tinham uma experiência vacilante, baseada em princípios incertos.

Todos que aguardam o Noivo celestial são retratados dormindo na parábola, porque o Senhor adiou Sua vinda; mas as sábias despertaram diante da mensagem de Sua aproximação e responderam a ela. Assim, sua vida espiritual foi reabastecida. Seu discernimento espiritual não havia acabado, e elas entraram na linha. Quando se apropriaram da graça de Cristo, sua experiência religiosa se tornou vigorosa e plena. Assim, suas afeições se voltaram para as coisas do alto (The Bible Echo, 5 de novembro de 1894).

PARA REFLETIR: As virgens sábias tinham luz quando mais necessitaram. Temos a responsabilidade de manter a nossa luz brilhando para quem se encontra em densas trevas morais?

MEDITAÇÃO DIÁRIA

16 de setembro
https:/mais.cpb.com.br/meditacao/o-noivo-celestial/
https://youtu.be/SEwf0WaYlVg

Nenhum comentário:

JEOVÁ EMANUEL

  MEDITAÇÃO DIÁRIA 30 de setembro https://mais.cpb.com.br/meditacao/jeova-emanuel/ JEOVÁ EMANUEL O Senhor será Rei sobre toda a Terra. Naque...