terça-feira, 19 de julho de 2022

O JUIZ DE TODOS OS SERES VIVENTES

  O JUIZ DE TODOS OS SERES VIVENTES

Porque é necessário que todos nós compareçamos diante do tribunal de Cristo, para que cada um receba segundo o bem ou o mal que tiver feito por meio do corpo. 2 Coríntios 5:10

Inspirados por Satanás, os judeus escolheram um ladrão e assassino em lugar de Cristo e, com essa companhia, condenaram-se ao juízo no último dia. Pilatos disse, apontando para Cristo: “Eis aqui o rei de vocês.” Mas, com voz determinada, os principais sacerdotes e líderes bradaram: “Fora! Fora! Crucifique-O!” Pilatos indagou: “Devo crucificar o rei de vocês?” E os principais sacerdotes responderam: “Não temos rei, senão César!” (Jo 19:14, 15). Então Pilatos entregou Aquele que, segundo sua própria declaração, não tinha culpa alguma, para ser crucificado. A punição mais cruel e inclemente que pode ser dada a um ser humano.

Aquele, porém, que Se sujeitou à humilhação e ao sofrimento da cruz aqui, no concílio de Deus teria a mais plena compensação e subiria ao trono, reconhecido por todo o Universo celestial como o Rei dos santos. Ele cumpriu a obra da salvação e demonstrou aos mundos não caídos e à família celestial que foi capaz de concluir a missão que havia começado.

O Universo celestial e o mundo caído, tanto santos quanto pecadores, deveriam reconhecer no crucificado o Juiz de todos os seres viventes. Cada coroa dada aos santos do Altíssimo será entregue pelas mãos de Cristo, as mesmas mãos que os sacerdotes e líderes cruéis condenaram a ser pregadas na cruz. As marcas dessas feridas serão como raios brilhantes que emanam das Suas mãos. É Cristo quem dá aos seres humanos a graça do arrependimento. Seus méritos foram aceitos pelo Pai em favor de cada pessoa que ajudará a compor a família de Deus. Somente as Suas mãos marcadas e feridas serão capazes de lhes dar a consolação da vida eterna.

O dia da decisão final será um tempo solene. […] Portanto, não é de tremenda importância para nós, individualmente, que as nossas obras sejam corretas? (Manuscrito 39, 1898). 

PARA REFLETIR: Como Jesus pode ser, ao mesmo tempo, tanto o seu Advogado como o seu Juiz?

MEDITAÇÃO DIÁRIA

19 de julho

https://mais.cpb.com.br/meditacao/o-juiz-de-todos-os-seres-viventes/

Nenhum comentário:

O AUXILIADOR INFINITO

O AUXILIADOR INFINITO Grande é o Senhor nosso e mui poderoso; o Seu entendimento não se pode medir. Salmo 147:5 Muitos supõem que a religião...