sábado, 30 de julho de 2022

Josué 11 Comentário

 Lendo a Bíblia de Gênesis a Apocalipse 

Leitura Bíblica - Josué 11

Comentário Pr Heber Toth Armí

JOSUÉ 11 – As conquistas israelitas arrasaram as terras canaanitas. As vitórias do povo de Deus devastaram aos povos pagãos. O avanço de Israel é notório em cada território; neste capítulo, as tropas de Josué avançaram rumo ao norte. 

• Estas guerras, matanças e destruições descritas nesses capítulos belicosos tornam-se munições aos críticos da Bíblia, ao confrontarem aos servos de Deus.

Contudo, é importante considerar que a Bíblia não lida com a morte dos cananitas de forma arbitrária, ou com indiferença. Deus não tem “prazer na morte dos ímpios, antes” Seu prazer é “que eles se desviem dos seus caminhos e vivam” (Ezequiel 33:11). 

Mediante Seu profeta, Deus apela “que o ímpio abandone o seu caminho; e o homem mau os seus pensamentos. Volte-se ele para o Senhor, que terá misericórdia dele; volte-se para o nosso Deus, pois Ele dá de bom grado o Seu perdão” (Isaías 55:7). Foi o que aconteceu a Raabe (Josué 6:22-25). 

• Não teria Deus salvado mais pessoas caso tivessem a mesma atitude dessa mulher de Jericó?

Lendo a Bíblia sequencialmente, pode-se perceber que Deus preparava Israel para o que sucederia em Canaã. Assim, o leitor é preparado também ao ler Gênesis 15:16, onde Deus concede graça por mais de 400 anos aos pagãos de Canaã, segurando Israel esse tempo no Egito. 

O tempo de graça foi aproveitado apenas para se aprofundarem ainda mais na desgraça do pecado, no paganismo. Anos depois, Deus apela ao Seu povo para não deixar-se influenciar pelas deploráveis práticas imorais, abomináveis, repulsivas que obrigavam Deus a julgar os cananitas (Levítico 18:24-30; Deuteronômio 18:9-13).

Assim, as estratégias divinas no livro de Josué não são ações odiosas contra pessoas, mas contra o pecado que as pessoas não querem abrir mão. Se o fizessem, como Raabe seriam poupadas – assim como futuramente a perversa Nínive foi poupada quando se arrependeu diante da ameaça do profeta Jonas.

Além de Raabe, os gibionitas também foram poupados. “Com exceção” destes, “nenhuma cidade fez paz com os israelitas” (Josué 11:19).

A mesma consequência dos cananitas atingiria Israel caso afastasse dos princípios divinos – evidenciando que Deus não agira arbitrariamente (Josué 24:20). Antes que a execução, o anseio de Deus é de conciliação; pretendendo, assim, poupar aos pagãos (Deuteronômio 20:10-12).

O plano divino consiste em salvação! Reavivemo-nos! – Heber Toth Armí.

 #ebiblico #rpsp #palavraeficaz‌‌

Nenhum comentário:

O AUXILIADOR INFINITO

O AUXILIADOR INFINITO Grande é o Senhor nosso e mui poderoso; o Seu entendimento não se pode medir. Salmo 147:5 Muitos supõem que a religião...