sexta-feira, 24 de junho de 2022

O JUIZ DE TODA A TERRA

 O JUIZ DE TODA A TERRA

Para a apresentar a si mesmo como igreja gloriosa, sem mancha, nem ruga, nem coisa semelhante, porém santa e sem defeito. Efésios 5:27

O mais profundo interesse manifestado entre os seres humanos nas decisões dos tribunais terrestres dá apenas uma pálida ideia do interesse demonstrado nas cortes celestiais quando os nomes inseridos no livro da vida aparecem perante o Juiz de toda a Terra. O Intercessor divino apresenta a petição para que sejam perdoadas as transgressões de todos os que venceram pela fé em Seu sangue, para que sejam restabelecidos em seu lar edênico e coroados com Ele como coerdeiros do “primeiro domínio” (Mq 4:8). Satanás, em seus esforços para enganar e tentar nossa raça, pensou que havia frustrado o plano que Deus tinha ao criar a humanidade. Mas Cristo pede agora que esse plano seja cumprido, como se o ser humano nunca houvesse caído. Pede, em favor de Seu povo, não somente completo perdão e justificação, mas também participação em Sua glória e o direito de se assentarem em Seu trono.

Enquanto Jesus intercede pelos súditos de Sua graça, Satanás os acusa diante de Deus como transgressores. O grande enganador procurou levá- los ao ceticismo, fazendo-os perder a confiança em Deus, separar-se de Seu amor e violar Sua lei. Agora aponta para o relatório de sua vida, para os defeitos de caráter e dessemelhança com Cristo que desonraram ao seu Redentor, e para todos os pecados que ele os tentou a cometer. Por causa disso, os reclama como seus súditos.

Jesus não justifica os pecados deles, mas apresenta seu arrependimento e fé e, reclamando o perdão para eles, ergue as mãos feridas perante o Pai e os santos anjos, dizendo: “Eu os conheço pelo nome. Gravei-os na palma de Minhas mãos. ‘Sacrifício agradável a Deus é o espírito quebrantado; coração quebrantado e contrito, não o desprezarás, ó Deus’ (Sl 51:17).” E, ao acusador de Seu povo, declara: “Que o Senhor o repreenda, Satanás! Sim, que o Senhor, que escolheu Jerusalém, o repreenda! Não é este um toco de lenha tirado do fogo?” (Zc 3:2). Cristo vestirá Seus fiéis com Sua própria justiça, para que possa apresentá-los ao Seu Pai como “igreja gloriosa, sem mancha, nem ruga, nem coisa semelhante” (Ef 5:27) (O Grande Conflito, p. 405, 406 [483, 484]).

PARA REFLETIR: Se Cristo está ao seu lado no juízo, por que às vezes você teme o julgamento?

MEDITAÇÃO DIÁRIA

24 de junho

https://mais.cpb.com.br/meditacao/o-juiz-de-toda-a-terra/

Nenhum comentário:

O SUBSTITUTO DA HUMANIDADE

 O SUBSTITUTO DA HUMANIDADE Portanto, sejam imitadores de Deus, como filhos amados. Efésios 5:1 Se o povo que viveu antes do Dilúvio tivesse...