segunda-feira, 4 de abril de 2022

O MESSIAS

 O MESSIAS

Então Maria deu à luz o seu filho primogênito, enfaixou o menino e o deitou numa manjedoura, porque não havia lugar para eles na hospedaria. Lucas 2:7

Os anjos se maravilharam diante do glorioso plano da redenção. Observavam para ver de que maneira o povo de Deus receberia Seu Filho, revestido da humanidade. Anjos foram à terra do povo escolhido. Outras nações estavam imersas em lendas e adorando falsos deuses. Foi para a terra onde a glória de Deus se revelara e a luz da profecia brilhara que os anjos foram. Invisíveis, eles se dirigiram a Jerusalém, àqueles que haviam sido escolhidos como mestres das Sagradas Escrituras e ministros da Casa de Deus. A proximidade da vinda de Cristo já havia sido anunciada a Zacarias, enquanto ministrava perante o altar. O precursor já tinha nascido, e sua missão fora comprovada por milagres e profecias. As boas-novas de Seu nascimento e o maravilhoso significado de Sua missão haviam sido amplamente divulgados. No entanto, Jerusalém não estava se preparando para receber o Redentor.

Surpresos, os mensageiros celestiais viram a indiferença do povo a quem Deus tinha chamado para transmitir a luz da sagrada verdade ao mundo. A nação judaica havia sido conservada como testemunho de que Cristo nasceria da descendência de Abraão e da linhagem de Davi. Entretanto, não sabiam que Sua vinda agora estava tão próxima. No templo, o sacrifício da manhã e da tarde apontava diariamente para o Cordeiro de Deus, mas nem mesmo ali havia qualquer preparação para recebê-Lo. Os sacerdotes e mestres da nação ignoravam que o maior acontecimento da história estava prestes a ocorrer. Faziam suas orações destituídas de sentido e realizavam os ritos do culto para serem vistos pelos outros; mas, em sua luta por riquezas e honras mundanas, não estavam preparados para a revelação do Messias. A mesma indiferença permeava a terra de Israel. Corações egoístas e absorvidos pelo mundo estavam insensíveis à alegria que comovia o Céu. Somente alguns estavam ansiosos para contemplar o Invisível. A esses foi enviada a embaixada do Céu. […]

Os seres humanos não sabiam, mas as boas-novas enchiam o Céu de alegria. Com o mais profundo e afetuoso interesse, os santos seres do mundo da luz eram atraídos para a Terra. Todo o mundo se iluminava pela presença do Redentor (O Desejado de Todas as Nações, p. 26, 27 [43-47]).

PARA REFLETIR: Hoje o seu coração está preparado para receber Jesus, o Messias?

MEDITAÇÃO DIÁRIA

04 de abril

https://mais.cpb.com.br/meditacao/o-messias/

Nenhum comentário:

A PEDRA FUNDAMENTAL

  MEDITAÇÃO DIÁRIA 18 de maio https://mais.cpb.com.br/meditacao/a-pedra-fundamental/ A PEDRA FUNDAMENTAL Eis a Rocha! Suas obras são perfeit...