sábado, 30 de abril de 2022

O DIVINO MÉDICO

 O DIVINO MÉDICO


Depois, colocou aquele homem sobre o seu próprio animal, levou-o para uma hospedaria e tratou dele. Lucas 10:34

O espírito do bom samaritano não tem sido representado com frequência em nossas igrejas. Muitos em necessidade de auxílio são passados por alto, como o sacerdote e o levita passaram de longe pelo ferido e maltratado desconhecido que havia sido deixado para morrer à beira do caminho. Aqueles que necessitam do poder do divino Médico para curar suas feridas têm sido deixados sem cuidado e sem ser notados. Muitos agem como se fosse suficiente saber que Satanás montou sua armadilha para uma pessoa, e eles voltam para casa tranquilamente sem cuidar da ovelha perdida. É evidente que os que manifestam esse espírito não são participantes da natureza divina, mas dos atributos do inimigo de Deus.

Alguém deve cumprir a comissão de Cristo. Alguém terá de levar avante a obra que Ele começou na Terra. À igreja foi dado esse privilégio, para isso ela foi organizada. Por que, então, os membros da igreja não têm assumido essa responsabilidade? Há os que têm visto essa grande negligência. Eles percebem as necessidades de muitos que estão em sofrimento e penúria, reconhecem nessas pobres almas aqueles por quem Cristo deu Sua vida e seu coração tem sido movido de piedade, levando à ação cada habilidade. […] Aqueles que se empenham nessa obra de auxílio cristão fazem aquilo que o Senhor deseja que se faça, e Ele aceita seus labores. O que se tem feito nesse sentido é um trabalho com o qual todo adventista do sétimo dia deve de coração simpatizar, e ao qual deve prestar seu apoio, nele empenhando-se zelosamente. Negligenciando essa obra, que se acha a seu alcance, recusando essas responsabilidades, a igreja está se prejudicando grandemente. […]

Devido à negligência da igreja, Deus tem olhado para ela com desprazer. Amor à comodidade e indulgência egoísta têm sido demonstrados por muitos. Alguns que tiveram o privilégio de conhecer a verdade bíblica não a acolheram no santuário da alma. Deus considera todos esses como tendo de prestar contas dos talentos que não retornaram a Ele em serviço honesto e fiel, no empreender de todo esforço possível para buscar e salvar os que estão perdidos (Testemunhos Para a Igreja, v. 6, p. 294-296).

PARA REFLETIR: Por que Deus lhe pede que cuide dos perdidos, enquanto você mesmo tem tantas lutas para enfrentar? De que maneira ajudar os outros ajuda você?

MEDITAÇÃO DIÁRIA

30 de abril

https://mais.cpb.com.br/meditacao/o-divino-medico/


Nenhum comentário:

O CORDEIRO PASCAL

  MEDITAÇÃO DIÁRIA 2 de Outubro          O CORDEIRO PASCAL    Então Jesus lhes disse: "Tenho desejado ansiosamente comer esta Páscoa c...