sexta-feira, 11 de março de 2022

As pragas no Egito - Êxodo 07

 Lendo a Bíblia de Gênesis a Apocalipse 

Leitura Bíblica - Êxodo 07

Comentário Pr Héber Toth Armí

ÊXODO 7 – Deus aprecia profecias e compartilha-as com Seus servos para vê-las cumprir com tom evangelístico. O mundo estava prestes a ser evangelizado através da punição do Egito e a graciosa libertação dos israelitas.

Deus tinha intenções definidas com Suas ações no Egito. Almejava que Seu povo e Seus oponentes soubessem que Ele é Soberano dos reis da Terra. O que antes fizera em particular, com indivíduos, faria com duas nações para revelar justiça e graça cumprindo a profecia feita a Abraão (Gênesis 15:13-16).

O Soberano preparou Moisés e Arão nos bastidores para agirem em público. Após longo tempo, chegava o momento dEle agir com poder e glória diante da glória e poder dos homens (ou satânicos). Assim, o mundo conhecido de então, saberia que, em meio a tantos deuses falsos, havia um que não era apenas verdadeiro, vivo e real, mas também mais poderoso que qualquer força espiritual existente. Magos e feiticeiros não conseguiriam igualar ao Seu poder!

Deus começou de onde eles estavam; no nível deles. No começo eles conseguiram imitar ações sobrenaturais de Deus para enganar quem não queria nada com o Deus verdadeiro.

O relato das pragas é rico em ensinamentos espirituais. Nele podemos extrair princípios missionários e de liderança espiritual. Líderes espirituais servem a Deus de todo coração mesmo enfrentando dificuldades, oposição e rejeição. São atentos às sublimes orientações evangelísticas de Deus (Êxodo 7:15-19), agem conforme essas orientações (Êxodo 7:20) e, então contemplam Seu miraculoso poder (Êxodo 7:21-25).

Nesse texto fica evidente que Deus tem um oponente espiritual, que faz coisas sobrenaturais. Esse oponente invisível tem seus agentes, presentes nos magos, sábios e feiticeiros; sendo Faraó o agente principal de Satanás o qual acreditava ser deus do Egito (2 Coríntios 4:3-4), possuindo certas características que apontavam para o autor do pecado (mentira, assassinatos, opressão, rejeição a Deus, a Sua Palavra e Seu povo, João 8:44). 

Fato relevante é que a primeira manifestação de Deus foi transformar a vara de Arão numa serpente, e os agentes do mal fizeram o mesmo. Com isso, fica evidente que o grande conflito é entre Deus e Satanás (Apocalipse 12:9; Gênesis 3:1-15); cada um com seus respectivos representantes (2 Coríntios 11:13-15). Precisamos escolher um dos dois lados! 

Leia Josué 24:14-15, e tome tua decisão! – Heber Toth Armí.

 #ebiblico #rpsp #palavraeficaz‌‌

Nenhum comentário:

A PEDRA FUNDAMENTAL

  MEDITAÇÃO DIÁRIA 18 de maio https://mais.cpb.com.br/meditacao/a-pedra-fundamental/ A PEDRA FUNDAMENTAL Eis a Rocha! Suas obras são perfeit...