sexta-feira, 18 de junho de 2021

HONRA DE DEUS OU DO HOMEM?

 MEDITAÇÃO DIÁRIA

18 de junho, sexta

HONRA DE DEUS OU DO HOMEM?

Como podeis crer, vós os que aceitais glória uns dos outros e, contudo, não procurais a glória que vem do Deus único? João 5:44

Nos dias de Paulo, os crentes da igreja de Corinto davam sua lealdade e prestavam honra a homens. “Eu sou de Paulo, e eu, de Apolo, e eu, de Cefas” (1Co 1:12). É sempre um problema sério quando cristãos professos se deixam atrair mais por seres humanos do que por Cristo. Não se deve dividir a lealdade, empenhar-se em competição por honra e louvor humano, preferindo palavras e posições falhas à verdade das Escrituras.

O deus deste século cega de modo completo a mente dos homens em relação a Deus. Está claro que precisamos da cultura e da instrução que podemos adquirir na sociedade. O poder de pensar, a habilidade de ir às raízes, das grandes questões, o domínio das palavras, tudo deve ser bem-vindo. Mas sobre tudo isso está a sabedoria de Deus plenamente revelada em Cristo. Como discípulos, honramos a Deus e lhe damos glória e não a seres humanos.

Falando dos fariseus, Cristo disse: “Porque amaram mais a glória dos homens do que a glória de Deus” (Jo 12:43). Eles preferiam o favor humano ao divino. Desejar reconhecimento das outras pessoas pode competir com a obediência a Cristo. Não se trata necessariamente de um erro, pois faz parte de nossas necessidades básicas. Porém, devemos subordinar nossa necessidade de aceitação à honra a Deus. Fazer do grande objetivo da vida agradar as pessoas, e não a Deus, e garantir os favores humanos é indigno para cristãos e é também uma escolha fatal.

Não é nada bom ganhar a competição com seres humanos em nossos desejos egoístas. Viver para glória e honra de Deus requer que fechemos nossos olhos e ouvidos ao aplauso humano.

A tentação de procurar honra de pessoas está tão perto de todos nós que deve merecer cuidadosa consideração. Se queremos viver a genuína vida cristã, temos que lidar com o amor-próprio de acordo com os padrões das Escrituras. Não podemos esquecer que de todos os fatores que determinam nossa posição como cristãos o que realmente importa é a estima que alcançamos da parte de Deus.

Edward Heppenstall, 13/11/1976

Nenhum comentário:

O homem que não sai de cena

  MEDITAÇÃO DIÁRIA 24 de outubro, domingo O HOMEM QUE NÃO SAI DE CENA Ele, porém, começou a praguejar e a jurar: Não conheço esse homem de q...