segunda-feira, 5 de abril de 2021

Princípios para Nossa Espiritualidade - Habacuque 3

  Lendo a Bíblia de Gênesis a Apocalipse 

Leitura Bíblica - Habacuque 3

Comentário Pr Heber Toth Armí 

Ao olhar à política, educação, saúde, economia, sociedade e até à religião, poderás ter grandes decepções, tristezas e angústias; porém, quando se olha além do horizonte e, pela fé, é possível contemplar ao Soberano Deus, que tem a história nas mãos. Tal visão alegra o coração em meio à corrupção.

Ainda que o mundo esteja em estado de calamidade pública total devido a tanta corrupção e imoralidade, é possível enxergar luz no fim do túnel: A glória divina.

Habacuque deixa, segundo Isaltino Filho, as seguintes aplicações:

• Uma lição estarrecedora: O povo de Deus não está isento do julgamento.

• Uma lição gloriosa: A história não está descontrolada, Deus deu-lhe destino.

• Uma lição moral: Os violentos e maldosos colherão o que plantaram.

• Uma lição espiritual: O justo viverá pela fé, não pelas circunstâncias.

• Uma lição final: Há alegria em viver pela fé.

Além dessas, o último capítulo do livro do profeta Habacuque revela-nos alguns princípios essenciais para nossa espiritualidade. Grave-as no coração:

1. O crente fiel, que confia plenamente em Deus, não reclama da situação, mas clama a Deus para agir em favor de Seu amado povo (vs. 1-2).

2. O servo de Deus não faz greve ou critica pessoas erradas, Ele ora a Deus e recorda Seus cuidados especiais (vs. 3-15).

3. O indivíduo que se submete a Deus não se vinga do inimigo, espera pela vingança divina: a justiça de céu não falha (v. 16).

4. O filho de Deus se dispõe a confiar totalmente nEle, a despeito do que os olhos carnais veem, pois a fé enxerga mais longe (vs. 17-19).

Quando contemplamos situações específicas, pode ser que não entenderemos Deus; porém, quando Ele nos desvenda os olhos, veremos as maravilhas de Suas ações; então, como Habacuque, exclamaremos:

“Mesmo que não haja figos na figueira, e as uvas da videira não amadureçam; mesmo que não se colham azeitonas, e os campos de trigo não produzam; mesmo que os apriscos estejam sem ovelhas e as estrebarias sem gado, desde já cantem louvor jubilante ao Eterno. Pulando de alegria diante de Deus, meu Salvador. Por saber que o governo do Eterno será vencedor, sinto-me fortalecido e encorajado…” (vs. 17-19).

Unamo-nos em Oração: “Aviva a tua obra, ó Senhor! Dá-nos urgentemente o reavivamento prometido!” – Heber Toth Armí.

Escreva o que mais você gostou em Habacuque:

 #ebiblico #rpsp #palavraeficaz

Nenhum comentário:

Era da Velocidade

  MEDITAÇÃO DIÁRIA 28 de Julho, Quarta Era da Velocidade Espera pelo Senhor, tem bom ânimo, e fortifique-se o teu coração; espera, pois, pel...