terça-feira, 9 de fevereiro de 2021

Conversa a dois

 MEDITAÇÃO DIÁRIA

Terça-feira, 9 de fevereiro

Conversa a dois

Antes, o seu prazer está na lei do Senhor, e na Sua lei medita de dia e de noite. Salmo 1:2

O mundo de Jeremy Levin virou de cabeça para baixo quando ele foi capturado por muçulmanos xiitas e feito refém no vale Bekaa, no Líbano. Chefe do escritório da CNN em Beirute, Levin sentiu isolamento e medo. A única vez em que podia ver alguém era quando os sequestradores o levavam ao banheiro, uma vez por dia. Sentado no canto de um quarto sem janelas, mês após mês, Jeremy precisava conversar. Mas temia que, se conversasse consigo mesmo, poderia ficar louco. Então pensou em conversar com Deus.

No começo, sentia-se desconfortável. Embora fosse neto de um rabino, Jeremy decidira que acreditaria somente em coisas concretas, que pudessem ser tocadas e sentidas. Rejeitou sua herança religiosa. Mas com tão pouco para tocar e sentir naquela cela solitária, Jeremy se voltou para Deus e logo percebeu que estava tendo uma conversa a dois.

Orar é mais do que um monólogo. Ao meditarmos e abrirmos o coração a Deus, Ele fala. Seu Espírito nos impressiona. Na correria do século 21, Sua voz é abafada pela agitação diária. Porém, o salmista descreve o justo como alguém que diariamente medita na lei de Deus (Sl 1:2), nas obras de Deus (Sl 77:12) e em Deus, na vigília da noite (Sl 63:6).

Como parte de uma significativa vida de oração, a meditação cristã é muito diferente do misticismo ocidental. Ela não é uma tentativa de clarear a mente, mas de preenchê-la. Meditando no amor, na lei, nas obras, na bondade e na generosidade de Deus, somos cheios Dele. Nesses momentos de quietude, Ele Se aproxima de nós.

“As relações entre Deus e cada pessoa são tão particulares e íntimas como se não existisse nenhuma outra pessoa sobre a Terra para compartilhar de Seu cuidado vigilante, nenhuma outra alma por quem Ele houvesse dado Seu amado Filho” (Caminho a Cristo, p. 100).

É na atmosfera da meditação que Deus impressiona nossa alma. Pegue sua Bíblia e procure um lugar calmo, pela manhã bem cedo, ou à noite. Leia e peça a Deus que lhe fale por meio de Sua Palavra. Na quietude, ouça Sua voz.

Mark A. Finley, 23/6/2006

Nenhum comentário:

As Palavras Convencem, O Exemplo Arrasta

  MEDITAÇÃO DIÁRIA 6 de agosto, sexta As Palavras Convencem, O Exemplo Arrasta Ninguém despreze a tua mocidade; pelo contrário, torna-te pad...