quarta-feira, 16 de dezembro de 2020

Povo de Deus

 MEDITAÇÃO DIÁRIA

16 de dezembro

Povo de Deus

Deus colocou todas as coisas debaixo de Seus pés e O designou cabeça de todas as coisas para a igreja, que é o Seu corpo. Efésios 1:22, 23, NVI

A igreja deve ser compreendida como algo muito além do ajuntamento de terra, cimento, ferro, madeira e tinta. Como templo, é um lugar no qual nos reunimos; mas, em essência, é uma comunidade, um grupo do qual somos parte. É uma ekkl?sia que, em grego, originalmente significava uma reunião de cidadãos convocados em assembleias legislativas ou para outras finalidades. Na Bíblia, a palavra identifica a reunião de um grupo de pessoas que foram ligadas a Cristo depois de experimentarem arrependimento, aceitá-Lo como Salvador e Senhor e receberem o batismo.

Adoração, crescimento espiritual e fraternal, missão evangelizadora e fortalecimento mútuo são alguns dos propósitos da existência da igreja. Se é verdade que o firme alicerce da fé e prática cristãs é o relacionamento com Jesus, também é verdade que esse relacionamento se mostra sadio na medida em que somos levados a nos relacionarmos com os irmãos de fé. Ao descrever a experiência dos primeiros cristãos, Ellen White escreveu: “Alegravam-se na doce comunhão com os santos […]. Em seu contato diário entre si, revelavam o amor que Cristo lhes ordenara” (Testemunhos Para a Igreja, v. 8, p. 241).

Na carta aos Efésios, Paulo deixou clara a ligação indissociável entre Cristo e a igreja. Na primeira parte da epístola (Ef 1–3), o apóstolo fala do plano divino de “fazer convergir em Cristo todas as coisas celestiais ou terrenas” (Ef 1:10, NVI), o que envolvia a inclusão de judeus e gentios como membros do corpo de Cristo. Na segunda parte (Ef 4–6), vê-se a nova vida que os caracterizaria, expressada no bom relacionamento entre eles. Assim, a igreja é um grupo ao qual pertencemos, no qual convivemos em amor e do qual Cristo, superior a todos os poderes celestiais e terrestres, acima de tudo e de todos, é a cabeça. Aliás, na mesma carta, além do simbolismo do corpo, a igreja é apresentada como edifício, templo de Deus, cuja pedra fundamental é Cristo, (Ef 2:10, 21). Também é a esposa amada com amor supremo que O levou a Se entregar por ela (Ef 5:25).

Assim, igreja é uma comunidade pela qual flui o amor de Cristo ativo, perdoador, que aceita, inclui, solidariza-se, disposto a doar-se e servir. Sendo Cristo a cabeça da igreja, a vida desta é a vida Dele. Seus sentimentos são os Dele, assim como Dele é o amor difundido por ela. A igreja somos você e eu.

Nenhum comentário:

Deus Nunca Se Engana

 MEDITAÇÃO DIÁRIA 2 de agosto, segunda Deus Nunca Se Engana Vinde, adoremos e prostremo-nos; ajoelhemos diante do Senhor, que nos criou. Sal...