sexta-feira, 11 de dezembro de 2020

Louvor perfeito

  MEDITAÇÃO DIÁRIA

11 de dezembro

Louvor perfeito

Vi e ouvi uma voz de muitos anjos ao redor do trono, dos seres viventes e dos anciãos, cujo número era de milhões de milhões e milhares de milhares, proclamando em grande voz. Apocalipse 5:11

Alguma vez você teve a curiosidade de saber quantos anjos existem? Sempre há quem procure calcular a quantidade deles tendo como base o significado das expressões numéricas mencionadas na Bíblia. Às vezes, especula-se sobre quantos são os anjos da guarda: Um para cada pessoa? Um para certa quantidade de pessoas? E não falta a confusão instigada pelo anjo inimigo, que oferece respostas por meio de instrumentos místicos à disposição dele para promover o engano.

Ao comentar o nosso verso de hoje, Russell Champlin informa que “o grego diz, literalmente, ‘dez milhares de dez milhares’, ou então ‘miríades de miríades’. O termo original significava ‘dez mil’, mas em combinações como a que temos, o seu sentido é número ilimitado’ […]. No caso do presente versículo, ‘incontáveis milhares’ seria uma boa tradução. Tal uso do verbo expressa um número imenso, não definido” (O Novo Testamento Interpretado, v. 6, p. 458).

Ellen White escreveu que “milhares de milhares e milhões de milhões eram os mensageiros celestiais vistos pelo profeta Daniel. O apóstolo Paulo declarou serem ‘muitos milhares’ (Dn 7:10; Hb 12:22)” (A Verdade Sobre os Anjos, p. 10). Mais importante do que contá-los exatamente, é sabermos que eles estão a serviço do Altíssimo em nosso favor. Seguramente, você já viveu uma experiência, ouviu de outros que a vivenciaram, na qual o ministério protetor dos anjos se fez presente. “O anjo do Senhor acampa-Se ao redor dos que O temem e os livra” (Sl 34:7). Além disso, há situações de livramento que somente conheceremos na eternidade.

Evidentemente, obtemos segurança em nossa caminhada, sabendo que não estamos sós, mas protegidos por esses agentes invisíveis. Não podemos ignorar outro aspecto da atividade deles: o louvor incessante a Deus. Isaías os viu cantando: “Santo, santo, santo é o Senhor dos Exércitos; toda a Terra está cheia da Sua glória” (Is 6:3). No Céu, anjos celebram a conversão de “um pecador que se arrepende” (Lc 15:10).

Davi os incluiu em seu convite para bendizer ao Senhor por Sua misericórdia: “Bendizei ao Senhor, todos os Seus anjos, valorosos em poder” (Sl 103:20). Louvor é o estilo de vida celestial. Devemos nos unir a eles nessa prática. João viu anjos celebrando em “grande voz” o Autor da redenção. Pela graça de Deus, participaremos desse coral!

Nenhum comentário:

O caçador de leões

  MEDITAÇÃO DIÁRIA Segunda-feira, 19 de abril O caçador de leões Benaia [...] realizou grandes feitos. Matou dois dos melhores guerreiros de...