sábado, 8 de agosto de 2020

ENCONTRO COM A VIDA

MEDITAÇÃO DIÁRIA

8 de agosto
ENCONTRO COM A VIDA

Pois vocês morreram, e agora a sua vida está escondida com Cristo em Deus. Colossenses 3:3, NVI

Para viver plenamente, dizem estudiosos, o ser humano necessita satisfazer necessidades básicas como, por exemplo, necessidade de pertencimento, significado e segurança. Abraham H. Maslow elaborou uma lista de necessidades em forma de pirâmide, a conhecida “Pirâmide de Maslow”, em cuja base estão as necessidades fisiológicas, sobrepostas pelas necessidades de segurança, pertencimento, estima e, no topo, autorrealização.

Para sua frustração, na busca dessa tão almejada plenitude de vida, o ser humano tem andado por todos esses caminhos, muitas vezes limitando-se ao âmbito terreno. Ao sentir aflorar a necessidade de desenvolvimento espiritual e de preencher o vazio do coração, ele costuma se desviar, optando por produtos místicos, de autoajuda, ou por aqueles cujo rótulo estampa a garantia de prosperidade material fácil. Entretanto, nenhuma plenitude será alcançada à parte Daquele que disse: “Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida” (Jo 14:6). Aliás, Dele foi dito: “Quem tem o Filho tem a vida; aquele que não tem o Filho de Deus não tem a vida” (1Jo 5:12).

Paradoxalmente, a fim de que obtenhamos a verdadeira vida, somos ensinados que devemos experimentar a morte: “Quem quiser salvar a sua vida, a perderá, mas quem perder a sua vida por Minha causa, a encontrará” (Mt 16:25, NVI). Para viver é preciso morrer para todos os outros senhores e ressuscitar inteiramente para o verdadeiro Senhor. “Certamente a união com Ele em Sua morte nos levará a morrer para o mundo que é estranho a nós, e a viver em aspiração, pensamento, desejo, amor e obediência com Ele em Sua morada calma, donde Ele governa e abençoa as pessoas que, por meio de sua fé, Ele fez para viver a nova vida do Céu na Terra” (Alexander McLaren, Expositions of Holy Scripture, v. 15, p. 318).

À parte de Cristo, nenhum sacrifício existe que valha a pena ser feito; bem nenhum se torna digno de ser desfrutado, nenhuma conquista produz verdadeira satisfação pessoal. Somente com Ele, Nele e para Ele é que a vida tem sentido pleno. Ter a vida escondida com Cristo em Deus é desfrutá-la com o pensamento nas coisas do alto. É experimentar tão íntima identificação com Ele que somos habilitados a enfrentar de modo confiante e sereno as preocupações do dia a dia. É ter a certeza de que, depois da morte virá a ressurreição e a vida refluirá sem fim junto a Deus.

Hoje, desfrute Cristo. Ele é a própria vida!
Meditações Matinais - De Coração a Coração, Zinaldo A. Santos

Nenhum comentário:

A Carta e o Autor

MEDITAÇÃO DIÁRIA 30 de setembro A Carta e o Autor Vocês demonstram que são uma carta de Cristo, resultado do nosso ministério, escri...