quarta-feira, 22 de julho de 2020

Inflexíveis Como Cedro

MEDITAÇÃO DIÁRIA

 22 de julho
Inflexíveis Como Cedro

O justo florescerá como a palmeira, crescerá como o cedro no Líbano. Salmo 92:12

Embora nada houvesse de sobrenatural em sua natureza ou personalidade, os heróis que desfilaram no palco da história bíblica foram homens e mulheres especiais pela firmeza de caráter que possuíam. Eram servos e servas de Deus, que se destacaram pelo que acreditavam e pelo que estavam dispostos a fazer e sofrer em defesa disso. Diante da morte certa, “não amaram a própria vida” (Ap 12:11), atitude tão necessária no mundo atual, repleto de impiedade e pecado.

Hoje, assim como no passado, a sociedade necessita ser impregnada pela presença de cristãos cuja fidelidade ao Senhor e firmeza aos princípios e valores espirituais seja tão inflexível como o cedro do Líbano, expressão do salmista usada para simbolizar os justos de Deus.

O cedro do Líbano tem sua utilidade atestada por diversas civilizações. Os fenícios empregavam sua madeira na construção de embarcações, e sua resina era utilizada pelos egípcios na mumificação. Conforme o Talmude, os judeus queimavam sua madeira no monte das Oliveiras em anúncio do início do novo ano. Cedros foram usados na construção dos palácios de Davi e Salomão, bem como do Templo de Jerusalém. Babilônios, gregos, assírios e romanos também utilizavam sua madeira.

Símbolo do cristão legítimo, o cedro aprofunda suas raízes entre pedras, montanhas, e cresce lentamente, chegando a 40 metros de altura. Ergue-se imponente em desafio às intempéries. As folhas conservam o verdor, mesmo durante o inverno. Acima de todas as outras árvores, ele se distingue pela firmeza inerente e vigor à prova de tudo. De igual modo, nossa firmeza aos princípios deve exemplificar a inflexibilidade do cedro. Em um mundo que oscila entre o engano e a corrupção, devemos ser conhecidos pela estabilidade do caráter.

Evidentemente, o cedro não cresce à parte da ação de Deus, mas como fruto de Seu poder. Lembrarmo-nos dessa realidade é fundamental para o crescimento espiritual firme e acima de todo contratempo. Sabe-se que, ao atingir uma rocha, muitas raízes têm seu crescimento interrompido. No caso do cedro do Líbano, porém, a raiz continua crescendo, envolvendo a rocha. Quanto mais ligada à rocha, mais firme permanecerá. Na vida cristã, somente enraizados em Cristo, nossa Rocha, poderemos nos manter firmes diante das tempestades que ameaçam o crescimento espiritual.
Meditações Matinais - De Coração a Coração, Zinaldo A. Santos

Nenhum comentário:

AUTOR DA VITÓRIA

  MEDITAÇÃO DIÁRIA  28 de outubro AUTOR DA VITÓRIA Graças a Deus, que nos dá a vitória por intermédio de nosso Senhor Jesus Cristo. 1 Corínt...