segunda-feira, 8 de junho de 2020

O Estrangeiro Ungido

MEDITAÇÃO DIÁRIA

08 de junho
O ESTRANGEIRO UNGIDO

Eu sou o Senhor, e não há nenhum outro; além de Mim não há Deus; Eu te cingirei, ainda que não me conheces. Isaías 45:5

A Bíblia está repleta de afirmações a respeito da soberania de Deus em relação a outros deuses e aos grandes da Terra. Muitas delas estão no livro de Isaías: “Quem pode conhecer a mente do Senhor? Quem é capaz de Lhe dar conselhos? Quem Lhe deu lições ou ensinamentos? Quem Lhe ensinou a julgar com justiça ou quis fazê-Lo aprender mais coisas ou procurou Lhe mostrar como ser sábio? Para o Senhor, todas as nações do mundo são como uma gota de água num balde, como um grão de poeira na balança […]. É Ele quem rebaixa reis poderosos e tira altas autoridades do poder” (Is 40:13-15, 23, NTLH). “Antes de Mim deus nenhum se formou, e depois de Mim nenhum haverá. Eu, Eu sou o Senhor, e fora de Mim não há Salvador” (Is 43:10, 11). Sendo também um Deus com senso de humor, diante das vãs pretensões de soberania dos governantes terrestres, “do Seu trono nos Céus o Senhor põe-Se a rir e caçoa deles” (Sl 2:4, NVI).

Assim, Ele tem o controle da História. Não um controle autoritário, mas exercido em amor, graça e misericórdia em favor de Seus filhos. Com esse propósito, utiliza meios inimagináveis pelo ser humano. Homens que se orgulham de sua esperteza política, inteligência administrativa, engenhosidade nos negócios, sem que o saibam, acabarão cumprindo os desígnios de Deus na história humana.

Em Isaías 45, o Senhor afirma que usaria Ciro, do império medo-persa, como instrumento por meio do qual os israelitas seriam libertados do cativeiro babilônico. O monarca, embora estrangeiro, é referido como sendo “pastor” (Is 44:28) e “ungido” (45:1) do Senhor. Conferida a reis e sumo sacerdotes, separados para uma função sagrada de acordo com um propósito divino, a unção do Senhor levaria Ciro a executar a tarefa libertadora que lhe fora confiada. No centro da atenção de Deus estava Seu povo. Por amor a ele foi que o Senhor dirigiu a estratégia de libertação, dando ao estrangeiro escolhido um “título de honra” (v. 4, NVI), mesmo que não houvesse reconhecimento disso. Não pela capacidade ou destreza militar de Ciro, mas por amor a Israel, Deus o fortaleceria na tarefa, embora isso não fosse admitido.

Não se surpreenda com os meios ou instrumentos humanos utilizados por Deus para tirar você das dificuldades da vida. Ele enviará socorro, mesmo que você não reconheça a origem dele ou sequer o perceba. Um dia, você e eu teremos situações desvendadas, hoje imperceptíveis, das quais fomos livrados.

Meditações Matinais - De Coração a Coração, Zinaldo A. Santos

Nenhum comentário:

O Estranho Seguidor

MEDITAÇÃO DIÁRIA 2 de julho O Estranho Seguidor Um jovem, vestindo apenas um lençol de linho, estava seguindo Jesus. Quando tentaram...