segunda-feira, 16 de março de 2020

IMPASSE RESOLVIDO

MEDITAÇÃO DIÁRIA

16 de março
IMPASSE RESOLVIDO

Porque não faço o bem que prefiro, mas o mal que não quero, esse faço. Romanos 7:19

Não sei quantos sermões você já ouviu ao longo da vida. De quantas semanas de ênfase espiritual e cerimônias de Santa Ceia participou. Certamente, essas foram ocasiões, entre muitas outras, em que teve a oportunidade de atender a apelos e reafirmar votos de entrega e consagração a Deus. Decidiu abandonar práticas prejudiciais e se dispôs firmemente a ser melhor do que antes. Entretanto, no transcorrer dos dias, no primeiro teste, com tristeza percebeu que essa é uma grande batalha. Os erros pareciam estar no mesmo lugar, à semelhança do gigante Golias, dia após dia, vociferando bravatas em desafio ao povo de Deus (1Sm 17:8-16).

Devo lhe dizer, então, que você e eu temos algo em comum; pois essa luta é a mesma enfrentada por todo cristão. Mesmo os melhores a nossos olhos. Afinal, no íntimo de todos nós, trava-se um grande conflito entre nossas naturezas carnal e espiritual. Há um certo consolo em saber que não estamos sós. Estamos em companhia de ninguém menos do que o apóstolo Paulo.

Falando no contexto do domínio da lei, ele nos lembra de que nosso problema em cumprir seus requerimentos não está na lei, mas em nós mesmos. A lei desempenha papel importante em nossa vida, mas não nos ajuda em nosso dilema de lutar contra o pecado inerente a nós. Daí o conflito que ele exemplificou, empregando a primeira pessoa verbal, mas que é comum a todo cristão.

No entanto, ninguém precisa viver em desespero ou se deixar vencer pelo desânimo. Depois de haver expressado toda a força de sua frustração: “Desventurado homem que sou!”, Paulo sentiu ter encontrado a saída, e vibrou em gratidão: “Graças a Deus por Jesus Cristo, nosso Senhor!” (Rm 7:24, 25).

Ouça este conselho: “Ao ver a gravidade do pecado, ao perceber como você realmente é, não fique desesperado. Foi para salvar os pecadores que Cristo veio. Não temos que reconciliar Deus conosco, mas – que amor maravilhoso! – Deus, em Cristo, está ‘reconciliando consigo o mundo’!” (Ellen White, Caminho a Cristo, p. 33). Então podemos cantar juntos:

“Pela fé, justificado sou, / Em Cristo meu Senhor e Salvador; / Posso assim santificado ser, / E sempre andar no bem por onde for. / Sei que minha força frágil é, / Clamo a Deus se fraca sinto a fé; / Sim, Jesus me diz que posso então / Justificado ser, por Seu perdão” (Hinário Adventista do Sétimo Dia, no 539).

Meditações Matinais - De Coração a Coração, Zinaldo A. Santos

Nenhum comentário:

Nova Chance

MEDITAÇÃO DIÁRIA 13 de agosto Nova Chance Não quebrará o caniço rachado, e não apagará o pavio fumegante. Isaías 42:3, NVI Talvez v...